[Album Review] Mamamoo – Yellow Flower (ou Será que o conceito hippie de Mamamoo nos trouxe um bom álbum pra variar??)

Eu sou um grande entusiasta de Mamamoo. O conceito retrô e os hits cheios de gritos emulam o estilo que me fez apaixonar por música pop e levemente conceitual quando eu era um pré-adolescente emo. Porém, infelizmente, os álbuns do grupo sempre ficam meio esquecíveis na minha playlist, pela alta quantidade de baladinhas e faixas mais chill que simplesmente não combinaram com os singles cheios de pulso e energia (Purple é o único que se salva um pouco disso). Será que agora que o conceito do single e do álbum parecem ser mais chill e hippie, elas acertaram??

Resultado de imagem para mamamoo yellow flower

Tracklis:

  1.  From Winter To Spring (intro)
  2. Star Wind Flower Sun
  3. Starry Night
  4. Be Calm (Hwasa solo)
  5. Rude Boy
  6. Spring Fever
  7. Paint Me

O álbum começa com a intro de vinte segundos, From Winter To Spring, com elas cantando Kumbaya como aparece no comecinho do vídeo aí em cima.

A primeira faixa de fato é Star Wind Flower Sun, uma baladinha romântica inofensiva lançada como pre-release nesta semana. A música não se diferencia muito das outras mil e uma baladinhas que figuram nos álbuns do Mamamoo, então esta, assim como a maioria das outras, acabou não me marcando muito. Só a parte do rap da Moonbyul que achei que tirou um pouco a estrutura da faixa do lugar comum, mas, no fim, não ficou muito memorável não… Começamos mal x.x’

Starry Night dá uma agitada nas coisas, com uma melodia meio tribal puxada levemente pro latin-pop. Diferente de todos os releases do grupo até aqui, o single tem uma pegada meio pseudo-indie e hippie, tanto visual e musicalmente, lembrando-me  um pouco o debut solo da Taeyeon. A letra também segue o mesmo esquema, com várias analogias relacionando a chegada da noite com as lembranças de um relacionamento passado, tanto românticas quanto sexuais, e nas possibilidades de retorno do mesmo. A grande questão é que a letra é um pouco alinear, o que deixa a questão da natureza e dos sentimentos falarem mais por si do que por versos óbvios como os da faixa anterior. Achei conceitual e criativo, mesmo não tendo o refrão cheio gritos que eu queria. Meu verso preferido é “na noite, as estrelas brilham, o vento sopra entre eu e você/as incontáveis noites que passamos juntos deixa-me bêbada”.

Depois passamos para as b-sides, com as mãos unidas em forma de reza, torcendo para não ser uma coletânea de baladinhas sem graça. A primeira, Be Calm é um solo da Hwasa, feito por vingança já que as outras três ficaram loiras sem contar pra ela… Enfim, fanfics à parte, trata-se de um número R&B sexy que ficaria maravilhoso com um clipe estrelado por Hwasa e seus sexy moves. Mantem o clima mais chill e natural do single sem cair na chatice, principalmente por causa de a base da melodia ser uma guitarra, e ainda combina com concept hippie, principalmente no final, onde ela fica gritanto “iêiêiê”.

Resultado de imagem para mamamoo yellow flower

Rude Boy também não é uma baladinha #amém, mas outro número de R&B, desta vez em uma pegada de urban hip-hop noventista, mantendo o equilíbrio entre faixa chill e faixa sem graça, com a letra sendo uma conversa entre duas amigas que foram enganadas pelo mesmo cara e suas reações quanto a isto: uma ainda tem esperanças românticas com ele e a outra, ao perceber isto, tenta impedir a todo custo que os dois voltem a se relacionar. Um pouco de sororidade faz bem a qualquer girlgroup, ainda mais aos coreanos, já que esse assunto é bem raro nas letras…

Spring Fever é uma baladinha no violão mais ou menos aceitável. Bem melhor que a baladinha que apareceu no começo da tracklist, mas também nada muito marcante se considerada fora do álbum. Contudo, a transição de Rude Boy para Paint Me por meio dessa faixa deixa a tracklist mais orgânica, o que me faz aceitar calmamente sua existência.

Quando foi lançada como single digital lá em janeiro, eu vi muita gente criticando Paint Me. Eu entendo os pontos de quem não gostou, mas, pra mim, foi a primeira baladinha do Mamamoo que não caiu no ostracismo e no esquecimento, utilizando-se muito bem da capacidade vocal das integrantes, com um clipe bem simples mas que passa melhor as figuras de linguagem color coded da letra que muito clipe de k-pop por aí… E, agora, que ficou numa ótima posição na tracklist e fechou o álbum com mais pulso do que ele começou (geralmente acontece o contrário), dá um gostinho de quero mais que poucas faixas de final de tracklist conseguem ter.

conclusc3b5es-j-hopeYellow Flower manteve os pontos baixos dos álbuns de Mamamoo: muitas faixas lentas juntas na tracklist que acabam perdendo o impacto. Mas, diferente dos outros álbuns, este tem uma tracklist mais orgânica e um single mais coeso com o estilo das b-sides, onde tudo se encaixa no hippie concept. Não é um lançamento que vai mudar a vida de ninguém, muito menos ser mega memorável, mas, ainda assim, é o álbum mais coeso da carreira delas. Além disso, é uma boa pedida para se ouvir logo que se acorda, durante o café da manhã ou pouco antes de dormir.

4 comentários em “[Album Review] Mamamoo – Yellow Flower (ou Será que o conceito hippie de Mamamoo nos trouxe um bom álbum pra variar??)

  1. Finally do Purple continua sendo minha faixa favorita delas, mas fora isso até que gostei do mini. Starry Night é ótima, e as lives deixam tudo melhor ainda. As baladinhas a não ser Paint Me me dão sono, porém se me der a louca eu escuto, Yellow Flower é um álbum bem interessante, que fugiu da sonoridade característica delas e que faz mais o meu estilo. Acho que vou passar a acompanhar mais o Mamamoo daqui para frente, porque sendo sincera, nunca ouvi nada que tenha sido lançado antes de Décalcomanie e sei lá se vale a pena. Mas ponto para o Mamamoo, estou adorando esse novo estilo.

    E por deus, como eu amo os raps da Moonbyul. Ela com certeza já é bias desde sempre. Além disso, acho a Solar muito linda, e todas do grupo cantam pra caralho. Mamamoo me prendeu de jeito.

    Fora isso, adorei o review 🙂

    Abraço ai

    Curtido por 1 pessoa

    1. Você já comentou de novo xD!!!

      Finally é realmente uma das melhores b-sides delas! Eu acho Moonbyul uma das melhores rappers mainstream na Coreia do Sul atualmente, muito também pelo carisma que ela tem ❤ Minha bias é a Hwasa, mas esse é um dos poucos grupos que eu decorei o nome de todas as integrantes e gosto de todas kkk

      Que bom que gostou do review ^^ Aqui vão duas sugestões de eras dela antes de Décalcomanie que eu acho incríveis:

      E

      (eu não sei se coloquei os links do jeito certo pra aparecer a miniatura do vídeo kkk Se não aparecer, copia e cola que é sucesso kkk)

      Curtir

      1. Os vídeos saíram direitinho sim rsrs. Aliás, gostei muito das duas músicas, tanto que já adicionei elas na minha playlist do spotify. Confesso que estava com saudade de músicas mais retrô, essas conseguiram suprir bem minha necessidade. Agora estou feliz 🙂

        Obrigada pela indicações ❤

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s