[Album Review] Samuel – ONE (ou Resultado da 1º EnQuEtE aSsImÉtRiCa: O concept dark de Samuel nos trouxe um álbum a altura de seu lead single??)

Resultado de imagem para samuel one album

E o ganhador da primeira EnQuEtE aSsImÉtRiCa foi a diva gótica Samuel, com 46.15% dos votos (teve uma enquete no twitter também porque eu não sabia fazer enquetes no polldaddy quando postei, mas teve bem menos votos e a soma de tudo ficaria com a vitória do Samuel do mesmo jeito ^^). O vintage do TVXQ ficou em 2º lugar com (25.64%), a ideia do Duelo Musical com todos em 3º (23.08%) e Hoya em último (5.13%), apesar da colocação ter sido completamente diferente no twitter @.@’ Enfim, vamos a Album Review de um dos jovens solistas masculinos mais promissores do k-pop atual e, como bônus, a revelação da nova EnQuEtE aSsImÉtRiCa ao final do post xD

Resultado de imagem para samuel kim album one

Tracklist:

  1. ONE
  2. SOS
  3. PRINCESS
  4. I Can’t Sleep
  5. Clap Your Hands
  6.  Just a While

A pegada de ONE me impressionou muito, tanto pela direção estilistica mais dark como pela melodia upbeat que cairiam perfeitamente bem pra Narsha do BEG ou pra qualquer 4Minute que não HyunA que fosse tentar carreira solo o.o’ Até agora, as músicas do Samuel tinham sido legais e agradáveis pra mim, mas faltava um pulso como o de Chung Ha para eu ficar mais interessado em escutar o álbum e tudo mais. O clipe da tá ótimo, com as doideras sombrias dando uma cor diferente pra esse comeback no meio dos atos masculinos e a coreografia ter ficado legal sem ter aquelas mil e uma acrobacias pedantes de várias boybands. Além disso, as cenas dele levitando que ficaram sensacionais e nos proporcionaram o conceito para A MELHOR IMAGEM DE CAPA DE ÁLBUM DESSE ANO ATÉ AGORA!!!!

Depois, desacelerando um pouco, temos SOS, um número de R&B com vários sintetizadores no instrumental  que aceleram um pouco a batida e não deixam a transição ficar bruta entre uma faixa e outra.

PRINCESS é outro R&B, desta vez mais lento, cujo pré-refrão dá uma guinada e desemboca num pseudo-house com future bass no fundo. Tanto esta faixa como a anterior, são ótimos exemplos de um estilo de b-side que tinha a rodo lá pros vindouros 2011/2012, mas está morrendo lentamente com o passar do tempo nos álbuns coreanos: as que se opõem ao single, no sentido de terem um ritmo mais tranquilo, sem ir contra o conceito do mesmo e da capa do álbum. Não precisamos de um hip-hop vida loka ou uma baladinha modorrenta no meio da tracklist com um single ótimo, né HyunA e Mamamoo?!

I Can’t Sleep dá uma inovada por trazer uma letra mais inventiva, com Samuel falando que está com insônia e pensando na voz sexy da crush. Além disso, a faixa mergulha mais no future bass durante o refrão, criando uma ponte com o resto da tracklist, mas, olha, pra mim foi bem mais fraquinha que as outras…

Bem que tava demorando… Clap Your Hands é um número de pseudo-hip-hop que emula os hip-hops vida loka e seus refrões só com sintetizadores genéricos. A coisa mais memorável desta faixa foi o verso “novamente, eu mudo como o Hulk no palco”, que tocou o nerd/geek dentro de mim, mas, fora isso, eu passo @.@’

Just a While, que quase é uma outro (o contrário de intro) por ter menos de dois minutos de duração, não é uma baladinha de final de álbum, então já ganhou muitos pontos comigo. O instrumental estava em um crescendo bem legal até chegarmos numa parte sem letra que só deu uma salvada por ter um saxofone jogado ali no meio. Se fosse uma faixa completa e essa parte fosse o refrão talvez não funcionasse muito bem, mas pra finalizar o álbum até que não ficou ruim, não…

conclusc3b5es-cc1Talvez eu estivesse com as expectativas bem baixas, mas ONE não me desapontou muito. Só uma b-side realmente foi meio jogada ali por acaso e o clima do single e da capa permearam por todo o mini. Provavelmente daqui uns meses eu só vou estar escutando o single mesmo, mas este álbum é um passo na direção certa. Se continuarem a tomar decisões criativas como as que guiaram este comeback, com certeza Samuel nos trará um hinário pop nos anos que virão.

 

PS: A 2º EnQuEtE aSsImÉtRiCa é sobre Kylie Minogue!!! Com o lançamento de Golden (que terá uma Album Review por aqui, aguardem xD), toda a carreira anterior dela me veio a mente e, a pergunta que não quer calar é “Qual destes álbuns antigos da Kylie você quer ver em uma Album Review aqui no Aquário Hipster??”… Vote aqui no cantinho do blog ^^

2 comentários em “[Album Review] Samuel – ONE (ou Resultado da 1º EnQuEtE aSsImÉtRiCa: O concept dark de Samuel nos trouxe um álbum a altura de seu lead single??)

  1. “Se continuarem a tomar decisões criativas como as que guiaram este comeback, com certeza Samuel nos trará um hinário pop nos anos que virão.” SABIAS PALAVRAS

    PARABÉNS O POST TÁ EXCELENTE.

    Realmente o álbum esta otimo amei a capa nem se fala é uma das mais bonitas q já vi ate agora

    Mas eu não me canso de ve as performances esse menino tem muito carisma e a coreografia é tão legal.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Muito obrigado pelos elogios xD

      E o Samuel está realmente aproveitando esse spotlight e desenvolvendo o carisma dele muito bem nas apresentações (nem parece o menino do Produce as vezes kkk),

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s