[Review/Fanfic] Red Velvet – Cookie Jar (ou Maldição ou Bênção?? Está pronto para as consequências de pegar um biscoito do pote??)

Resultado de imagem para red velvet #cookie jar

Eis que o videoclipe do primeiro single japonês do Red Velvet FINALMENTE foi liberado depois do que pareceu ser décadas de espera (até BlackPink voltou a vida no intervalo entre a liberação do áudio do single e hoje) e, como esperado, o aspecto visual está maravilhoso e um prato cheio para um fanfiqueiro que nem eu soltar a criatividade xD Como só teremos o mini-álbum em 4 de Julho, resolvi ressuscitar este tipo de post do blog e fazer uma fanfic baseada no clipe pra, no final do post, comentar sobre o lançamento.

Senta que lá vem a estória…

#Cookie Jar: Não quer pegar um biscoito??

 

Era uma vez, numa floresta distante, esquecida pelo mundo, cinco garotas. Ninguém sabia ao certo de onde elas vieram ou para onde iam, mas era certo que nada poderia pará-las de encontrar seu objetivo. Muitas cidadezinhas haviam hospedado as jovens em suas pousadas e alimentado-as com seus doces de feijão, mas todos tinham medo de perguntar mais do que qual seria a forma de pagamento para elas.

Há uma crença popular forte entre a humanidade que a atribuí a tecnologia o fim de seus poderes místicos. “Antigamente”, sua vó já deve ter lhe dito, “nós saberíamos se ia chover ou não pela forma como as andorinhas voavam no dia anterior”. Mas aquelas cidades estavam longe dos grandes centros comercias. Aquelas pessoas viam um medo irrefreável ante a figura inocente e cálida de cinco garotas a procura de uma aventura…

E eles estavam mais do que certos em temê-las.

Eu soube da história pela bisavó do tio de um amigo meu. Dizem que ela foi uma das últimas pessoas a ver as meninas antes de sua última jornada ante a grande Floresta.

As cinco iam em procissão, como sempre, guiadas pelo espírito de aventura, pela curiosidade e por um mapa secreto que não mostravam a ninguém, até uma delas encontrar um estranho objeto perdido em meio as folhagens secas.

tumblr_pa27l6PdST1t7rvrjo1_540.gif

Um globo vítreo, ofuscante, que mostrava montanhas e montanhas de doces. DOCES.

As garotas não eram estúpidas. Elas sabiam que doces eram a arma preferida da maioria das bruxas para capturar jovens aventureiras como elas. Rondava a boca pequena as bruxas agora usavam um serviço de delivery, mas era melhor não arriscar.

Ou foi o que tentaram fazer. A imagem do globo foi lentamente revelada para cada uma das cinco por suas companheiras e o desejo por um universo de doces e apenas aumentava, com a intensidade açucarada de um biscoito.

Depois de algumas horas andando com o globo, elas já não lembravam mais o que raios estavam procurando. Só queriam os doces.

E foi exatamente a eles que o globo as levou.

Cintilando fantasmagoricamente, o globo passou a aumentar a intensidade de seu brilho conforme a direção que elas tomavam. O desejo e a ansiedade percorriam cada um de seus passos lentos até onde  globo as queria levar.

O final do caminho se revelou com um súbito apagão. O dia já estava começando a escurecer e o globo perdera seu brilho completamente, justamente em frente a um pequeno monte de folhas secas não muito diferente de onde ele havia sido achado.

Perdidas, confusas e decepcionadas, as cinco se ajoelharam e passaram a procurar alguma pista, qualquer sinal de que aquele reino de doces e gostosuras poderia estar próximo. Foi quando encontram o pote de biscoitos.

Um pote rosa, de forma lisa, perfeita, tão opaco e artificial que era claro que não pertencia àquela floresta. Será que deviam abri-lo? O que um pote daqueles fazia ali, no meio do nada? Ainda mais naquele estado intocável? Talvez alguém tivesse deixado cair…

A tampa foi aberta pouco depois. Se você perguntasse para qualquer uma delas, elas negariam culpa. O vento poderia ter soprado e influenciado, quem poderia saber? Era claro que a Caixa de Pandora havia sido aberta.

Só que, ao invés das mazelas de todo mundo, o que aquele singelo pote de biscoitos guardava era uma dúzia de biscoitos vermelhos. Vermelho vivo. Vermelho sangue. Aquele vermelho carmim que escorre de seu corpo quando você vê seu sofrimento.

Mas eram doces. Maravilhosos e suculentos doces que, para aquelas garotas, eram como uma jarra de água depois de uma longa caminhada. Fazia horas que não comiam, com a única proximidade de tal êxtase sendo apenas as imagens refletidas no misterioso globo.

Morderam forte, cada uma um biscoito. Todas ao mesmo tempo.

Mal foi possível sentir o gosto açucarado em seus paladares. Durante aquela fração minúscula de segundo que entremeia o piscar dos olhos, elas haviam se percebido em um local completamente diferente, um local rosado, aconchegante, quente e recheado de… DOCES!!!!

ERAM OS DOCES!!! Elas não podiam acreditar no que viam. Cada metro cúbico de seus horizontes estava preenchido por iguarias únicas que os seres humanos simples das vilas por quais elas passaram só poderiam sonhar!

Bolos, tortas, brigadeiros, leite condensado, bolachas, biscoitos, torrões, rapaduras, raspadinhas, sorvete, bengalas doces, beijinhos… Seus paladares abraçavam com gosto cada doçura que encontravam em um momento único que brilhou com a intensidade branca de cachoeiras de leite condensado sobre montanhas de chocolate.

Porém, tão rápido e fugaz quanto uma estrela, aquele momento se desvaneou.

Os segundos se tornaram minutos. Os minutos se tornaram horas. As horas se tornaram dias. Há quanto tempo já estavam naquele lugar? Os doces eram maravilhosos claro, mas como sustentar tal gostosura em um mundo tão limitado daqueles?

Uma das garotas suspirou. Não admitiria as outras, mas, depois de tanto doce, só queria um copo d’água e uma coxinha. Mal sabia ela que suas companheiras pensavam quase que o mesmo.

Depois de muitas portas abrir e muito procurar, as garotas já estavam exaustas. Não havia saída! As únicas bebidas eram licores tão doces quanto as comidas!

Resultado de imagem para red velvet #cookiejar gifs

Tinham de fazer alguma coisa!

Não se sabe de quem veio a ideia, mas decidiram transformar aqueles doces em algo bebível. Era nítido que não sobreviveriam muito sem o que beber.

Foi encontrado um caldeirão e posto a fogo. Tudo que não era doce iria para dentro dele, em uma tentativa desesperada de produzir algo amargo ou salgado para se beber.

Qualquer coisa servia. Apenas pela possibilidade de sentir o líquido descendo por suas gargantes, as garotas já se sentiam impulsionadas a colocarem rudo que imaginavam.

Não houve tempo para terminarem o que cozinhavam.

Uma das garotas, com fome depois de tanto tempo sem provar uma única balinha de chocolate, não cedeu a tentação de dar uma pequena mordiscada num bolo. Afinal, logo logo todas teriam algo para beber.

Foi naquele momento que ela percebeu. Havia algo de estranho com aquele bolo. O gosto ainda era o mesmo de antes, mas tinha algo na consistência que não parecia certo. Quando ela olhou, foi tomada pelo susto.

Formigas! FORMIGAS! Em cada canto daquele bolo. Não, não era possível!

Quando levantou o olhar, centenas de formigas caminhavam por cada superfície dos doces. E não só! O que antes parecia ser deliciosas fitas de coco pareciam cadarços. Coberturas de chantilly eram botões. Blocos de chocolate eram carvão. O QUE ESTAVA ACONTECENDO?!

Ela virou-se para as amigas. Tinha de avisá-las o que tinha acabado de perceber! Se o que ela vira era verdade, então, durante todo este tempo, o que elas comeram era… Era…

Estava com raiva! Como podia? O que tinha levado elas ali? E os seus objetivos? E o mapa? Qual era o tesouro do mapa? O que estava procurando?

Não lembrava! E a culpa era toda daquele maldito pote de biscoitos! Onde estava aquele troço?

A menina correu como louca sem que suas companheiras percebessem. Elas estavam tão inebriadas pela possibilidade de tirar aquele gosto adocicado de seus paladares que já não percebiam o seu entorno. As formigas ao seu entorno.

Ela apressou o passo. Talvez a solução de tudo aquilo fosse destruir o maldito pote de biscoitos! Quem sabe desta forma conseguiriam sua liberdade? Quem sabe desta forma poderia beber água novamente?

Quando o encontrou, em meio a um acesso de fúria, espatifou-o em pedaços. Podia sentir o sol tocar sua pele, os passarinhos cantarem ao seu redor, o balançar das folhas. Olhou para os lados, suas amigas deviam estar chocadas por ela ter descoberto o segredo de como as libertarem.

Foi neste momento que a menina se descobriu sozinha. Seu nome, assim como o da bisavó de um tio de um amigo meu, era Irene. Foi o único das cinco que a história não pagou da existência.

Conclusões Sia#1#Cookie Jar é um número red do Red Velvet by the numbers, com o estilo visual colorido estonteante, um plot alegre mas um pouco dark no clipe, coreografias criativas e complexas (o passo em que parece que elas estão segurando um pote de biscoitos é genial) e uma melodia retrô que estaria em casa como b-side de qualquer álbum das Wonder Girls ou das Brown Eyed Girls. Não é um super ápice do lado red como Dumb Dumb ou Red Flavor, mas é uma boa escolha de debut, considerando que este estilo pop mega gritado e açucarado delas é a cara do j-pop, principalmente por conta dos visuais, até surpreendendo um pouco elas terem um debut japonês só agora @.@’

A melhor parte da faixa é o pré-refrão, com elas gritando “give me!!!” loucamente em um crescendo legal que, infelizmente, acaba sendo meio quebrado pelo “#cookiejar”, até pelo fato de eu não ter entendido o que a SM queria colocando esta hashtag no título da música… Mano, qual o sentido?? Chegar nos Trending Topics do twitter??

Por fim, sobre a letra, é incrível que a SM tenha deixado algo com tanto duplo sentido (“ponha a mão no meu pote de doces”) passar pra single, ainda mais como cartão de visitas para o mercado japonês @.@’

Agora vamos esperar como vão ser as inéditas desse álbum (Aitai-tai e ‘Cause It’s You, porque o resto das tracklists são versões japonesas de singles coreanos), mas, por enquanto, o debut japonês parece muito promissor xD (e bem mais animador que a Bad Boy do começo do ano, diga-se de passagem, mesmo que esta faixa tenha melhorado um pouco pra mim com o tempo…)

6 comentários em “[Review/Fanfic] Red Velvet – Cookie Jar (ou Maldição ou Bênção?? Está pronto para as consequências de pegar um biscoito do pote??)

  1. Achei sua fanfic do começo genial! Eu gosto de escrever e queria ter inspiração através dos mvs delas_que pra mim são um dos melhores do kpop no geral_
    Enfim, sobre o lançamento eu tbm achei que elas “demoraram” um pouco, mas ganha pontos por ser um single inédito e não regravação de single. Sobre a música gostei, não trouxe novidade mas amei esse instrumental e a estrutura toda música, não me incomodei com o # no início porque alguns singles japoneses tem _~ então não foi tão chocante, abraçaram o lado japa mesmo. Sobre a letra de duplo sentido eu só vi nessa parte, mas levei em relação a uma história_ já que na letra elas falam sobre uma dimensão diferente como vc escreveu nessa fic, e isso, já viu a Ice Cream Cake? Eu canto mas nem gosto de lembrar da letra.
    Desculpa pelo textão 😆

    Curtido por 1 pessoa

    1. Muito obrigado pelos elogios xD A videografia do Red Velvet é linda, até quando a música é ruim (cof cof One of These Nights)
      Sobre ser uma música inédita é bem verdade, mas o Girls Generation até que foi assim com Mr. Taxi… Será que a SM tá querendo ganhar o mercado japonês com tudo já que o Twice tá dominando na Coreia??
      Sobre o #, eu não tinha pensado nisso… De fato ficou bem j-pop com firula nos nomes das faixas kkkk
      E quanto a letra de Ice Cream Cake, sem comentários… Aquilo sim foi algo completamente sem noção o.0′
      Precisa desculpar não ^^ Muito pelo contrário, eu que agradeço por comentar xD

      Curtir

  2. “só queria um copo d’água e uma coxinha” Eu em tudo na vida! Entendo a coitada! kkkkkkkkk
    Achei a fanfic maravilhosa e de quebra me fez gostar dessa #cookiejar, já que me vi obrigada a dar play duas vezes na música enquanto que lia o post. rsrs
    Red velvet são um dos poucos atos do cenário kpopeiro que ainda me dá vontade de seguir, só fico no aguardo de mais músicas boas delas.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Que bom que gostou xD Inventar fanfics já me fez gostar bem mais de várias músicas (até aquela Chococo do Gugudan kkk)…
      E Red Velvet é ótimo pra acompanhar, as integrantes tem carisma, elas tem uma periodicidade boa, a maioria das album tracks é boa e os vídeos são maravilhosos!!! Pra mim elas são como se Wonder Girls tivesse se fundido com f(x) kkk

      Curtir

  3. Eu sou meio suspeita pra falar porque gosto muito do Red Velvet, mas achei uma releitura bacana de música/visual dos singles coreanos que fizeram pro debut japonês, só não essa de “hashtag cookie jar”, achei isso bem nada a ver.

    E não sei se foi só eu, mas eu percebi que elas estão com um visual mais… Adulto? Tipo, o lado Red delas sempre tem umas roupas mais divertidas, com tênis e sandálias baixas, mas nesse clipe, elas tão usando saltos e com looks até um pouco… Sexy? Acho que a partir de agora a SM vai adotar um açucarado com visual mais adulto pra elas igual fizeram com as SNSD.

    Ah, e eu simplesmente AMEI essa review com fanfics, dou cada berro que tu não tem ideia HAHAHAHHAHAHAHAHA

    Curtido por 1 pessoa

    1. Que bom que gostou da fanfic xD kkkk
      Realmente, Cookie Jar (eu sempre me esqueço/me recuso a colocar o # kkkk) está mais adulto do que outros singles Red delas… Se me lembro bem, a letra do Red Flavor falava justamente sobre essa transição da puberdade, de meninas a mulheres… Será que esse foi o ponto da mudança??
      O jeito é aguardar pra ver como será o próximo comeback red delas…

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s