[Album Review] Momoland – Fun to The World (ou As donas do hit do ano voltaram em clima de Copa do Mundo!! Será que BAAM chega aos pés de Bboom Bboom??)

E as donas do hit do milênio já estão de volta depois de por em cheque o mito da ascensão social e fazerem a Coreia e o Japão enlouquecerem ao som de Bboom Bboom!!! Depois do sucesso do Album Review do BlackPink no modo Flash, o Aquário Hipster já analisou o próximo mini-álbum das Momos… Será que está melhor, pior ou igual à GREAT!??

Resultado de imagem para momoland fun to the world photoshoot

Tracklist:

  1. BAAM
  2. VeryVery
  3. Bingo Game
  4. Only one you

 

 

É nítido que BAAM é uma tentativa de toda a equipe por trás de Momoland de recriar Bboom Bboom, tentando equilibrar as semelhanças e diferenças entre as músicas de forma a não deixar que as meninas não sejam apenas one-hit wonders. Depois de umas acusações completamente absurdas de plágio (teoricamente, o Shisadong Tiger estaria plagiando a si mesmo… como a pessoa cometeria um crime contra si mesma?? @.@’), eu nem acabei achando BAAM tão parecida assim. Quer dizer, o gênero ainda é eletro swing e temos o mesmo break aleatório de rap depois do refrão, mas o refrão em si e o pré-refrão tem uma lógica completamente diferente (enquanto em Bboom Bboom elas gritavam loucamente num crescendo, aqui, a faixa dá uma desacelerada e os gritinhos só ficam no finalzinho).

O clipe, por sua vez, brilha sozinho, com paródias de várias culturas diferentes (foi genial colocarem elas para dançar o refrão com roupas tradicionais coreanas), perfeito para a época de Copa do Mundo. Além de JooE mostrar que nasceu para usar roupas da renascença europeia, percebemos que as outras oito do rolê estão aprendendo rápido e bem a serem mais debochadas, com destaque especial para a múmia de papel higiênico (alguém já achou as quatro jóias coloridas escondidas no clipe?? Esta interatividade é bem Orange Caramel da parte delas xD).

Imagem relacionada

VeryVery traz um synthpop de versos mais sóbrios, misturando um pouco do estilo de clubsong com house e umas notas de baixo. É uma ótima b-side, que complementa e contrasta com o single, com uma ótima performance vocal das integrantes e um rap maravilhoso antes do último refrão. Desafio vocês a tentar tirar os “bebebe bery” (maravilhoso elas pronunciando “muito” very – como se estivessem falando “fruta” – “berry” – kkkk) de sua cabeça depois de escutar a música…

Bingo Game vai pela linha de animesong alto astral, tendo versos de rockzinho com um refrão onde sintetizadores tecno explodem loucamente. Se eu não soubesse que isto é de um ato coreano, eu diria que é música de Vocaloid, porque, olha, o estilo é bem comum nos produtores, principalmente os que usam a Hatsune Miku. Como alguém que escutava Vocaloid loucamente antes de conhecer o k-pop, achei até meio nostálgico :’)

 

Only one you é uma baladinha pseudo-acústica pra fechar o mini-álbum (vamos ignorar o instrumental de BAAM né?? @.@’) fofinha e redondinha que não ofende ninguém. Diferente do usual, a faixa não deixa seu instrumental uma chatice só, colocando vários elementos de leve, como xilofone, estalares de dedos e sintezadores, o que não deixa a baladinha destoada das outras músicas do mini. Pensando bem, se precisava fechar com uma baladinha, Only one you até que foi uma boa pedida.

Conclusões KARD#1

Fun to The World tenta recriar GREAT! e acabou nos entregando b-sides melhores com um single de igual qualidade. Eu, sinceramente, não tenho muito do que reclamar desse comeback além do cabelo verde horroroso da Nancy. Momoland está se mostrando um grupo coeso, que se propõe a lançamentos divertidos e sem muitas pretensões, executando isto com maestria. Agora é torcer pra Coreia abraçar BAAM como um hino e solidificar o sucesso das momos, porque, sinceramente, elas (principalmente JooE) merecem.

6 comentários em “[Album Review] Momoland – Fun to The World (ou As donas do hit do ano voltaram em clima de Copa do Mundo!! Será que BAAM chega aos pés de Bboom Bboom??)

  1. Achei baam tão parecida com boom (ah esses nomes rsrs) que por um instante pensei que tinha clicado na música errada! mas isso não é algo ruim, já que ambas são ótimas.
    E eu pensei a mesma coisa quando ouvi Bingo, tão Vocaloid! ❤ saudades da época em que meus pais me chamavam de maluca por ouvir música estranha de "gente que nem existe" kkkkkkkk hoje em dia eles nem ligam mais! rsrsr

    As momos vão pra minha lista de atos a se ficar de olho!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Vocaloid sempre foi algo difícil de explicar para as pessoas kkk Lembro até que conheci porque vi uma matéria no Fantástico kkkk
      As Momos já são um dos melhores atos femininos coreanos desse ano na minha humilde opinião (até porque elas começaram a acertar nas b-sides agora xD)

      Curtir

  2. Eu particularmente gostei mais de BAAM do que de Bbom Bbom! O ritmo é bem mais contagiante e o coro é SENSACIONAL demais! E porque diabos insistem em colocar aquele rap horrível? Podia deixar o rap da moça sem mudar a batida, fica uma quebra super esquisita (mesmo que dessa vez tenha ficado mais agradável). Mas eu também acho que poderiam ter colocado o nome da música que não fosse uma onomatopeia, ia deixar mais original (pq não BANG? Parece que elas tão falando é isso mesmo KKKKKK).

    E concordo muito contigo! Elas tão sendo um dos atos mais interessantes desse ano e fazendo o que propuseram a fazer: farofa boa sem aquelas teorias malucas dos clipes. Vi alguém falando por aí que elas podem ser o novo T-ARA. Será que rola mesmo (eu não sei muito sobre elas pq não ouvia kpop nessa época)?

    ps. senti falta das fanfics dessa vez, pensei que podia rolar umas misturas de culturas aí HAHAHAHAHA

    ps2. eu gostei do cabelo verde da Nancy #mejulgue

    Curtido por 1 pessoa

    1. O rap ainda me incomodou quando escutei dessa vez, mas pelo menos melhoraram um pouco mesmo… Espero que no single do final do ano eles não precisem mais fazer isso depois do primeiro refrão kkk

      Seria incrível se elas fossem um novo T-ARA xD Ainda mais se virassem modinha e surgissem vários grupos que parassem de apostar em mil e uma teorias para variar um pouco @.@’

      (um exemplo de pop descontraído do T-ARA aí em cima, se você nunca ouviu ^^)

      PS: São tantos elementos aleatórios que o clipe tem que nem sei quantas culturas iriam se misturar nessa fanfic kkkkkk

      PSS: Eu estou me acostumando com a ideia, mas ainda sim… Essa cor achei muito estranha o,0′

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s