[Review/Fanfic] LOONA – XX

(ou A Saga do Loonaverso: Ato II, Capítulo 1)

Com o retorno do LOONA, era claro que continuaríamos aqui no blog a megalomaníaca Saga do Loonaverso, ainda mais depois do cataclisma que tivemos ao final do último capítulo, com Yeojin se revelando enquanto a Princesa da Lua e uma inimiga misteriosa, a Ruiva, pronta para fazer de tudo para impedir o Loonaverso de retornar.

Porém, diferente do que ocorreu no último post, em que tivemos uma Album Review junto da fanfic, desta vez, a análise do álbum e a fanfic serão dividas em seis posts/capítulos, de periodicidade semanal (um para cada música nova do álbum), dando mais espaço para desenvolver as tramas e teorias das garotas agora que elas finalmente se encontraram.

Desta forma, seguindo a disposição dos capítulos, analisaremos primeiro o single, Butterfly, seguindo a tracklist até Where you at no Capítulo 5 e fechando com uma análise geral sobre o álbum no Capítulo 6.

Sem mais delongas… Vamos ao segundo ato da Saga do Loonaverso!!!

Anteriormente em A Saga do Loonaverso… Tudo parecia prestes a ruir. O retorno do Loonaverso, um universo paralelo ao nosso, tal qual sonhado por HaSeul e sua equipe, estava prestes a ser obliterado com a série de discórdias que irromperam entre as doze garotas responsáveis por sua criação e destruição:

  • Heejin e Hyunjin, as irmãs wiccas, protegiam a desacordada Yves, a anja, dos ataques furiosos da andróide Vivi, que teve sua programação alterada por Haseul;
  • Choerry, desperta enquanto vampira, estava prestes entrar em um embate sangrento com Olivia, a anja demoníaca, e JinSoul, a sereia, do qual Yeojin e Kim Lip provavelmente não sairiam vivas;
  • E HaSeul, a fada da neve, estava prestes a iniciar uma disputa ferrenha com GoWon, a bruxa das dimensões, na qual Chuu seria a grande vítima.

Porém, quando tudo parecia perdido, Kim Lip toca em Yeojin, despertando suas memórias perdidas e seus poderes. Num movimento rápido, a garota dos sapos faz um feitiço que eleva todas as doze garotas ao céus… Rumo a Lua!

O que nenhuma delas sabe, é que tudo estava sendo assistido por um ser enigmático, a Ruiva, que procura acabar o o loonaverso e suas fundadoras de uma vez por todas!!!

A Ruiva observava, onisciente, os corpos desacordados das doze fundadoras do loonaverso flutuando no espaço. Frágeis, as pobres desmemoriadas não haviam conseguido se manter conscientes durante a jornada por entre a atmosfera terrestre em direção a Lua, até mesmo a mais poderosa dentre elas… Para a Ruiva, só restava rir.

Era extremamente conveniente o quanto a perda das memórias das doze havia sido o pivô para elas mesmas se sabotarem em seu objetivo em comum. Mesmo agora em que a grande maioria das memórias havia retornado, este singelo fato trouxera seu triunfal retorno, com a princesinha pirralha finalmente quebrando o feitiço que havia lhe banido da dimensão terrestre em seu último embate.

Ainda assim, a Ruiva observara. Cada minúsculo passo de suas adversárias
passava por entre os olhos da Ruiva como os movimentos desengonçados de uma presa. Tudo estava lá, desde o despertar de Heejin na terra do Milorde até a fuga de Olivia de sua prisão autoimposta. Elas, iludidas, acreditavam ter traçado um plano para impedir que a rivalidade inerente entre HaSeul, Kim Lip, GoWon e Yves destruísse por completo quaisquer chances do loonaverso se restabelecer.

Trouxas! Sabia que meras palavras sussurradas em meio aos meandros
dimensionais seriam o suficiente para torcer todos os acontecimentos ao seu
favor…

E que grande espetáculo era aquele! A grande princesa do loonaverso presa dentro de um looping dimensional tosco, enquanto que a mensageira se encontrava sem nenhuma memória de sua vida pregressa.

Por mais que as sucessivas investidas de um pretenso destino lhe batessem as portas, a mensageira permanecia ignóbil a tudo que ocorria a seu redor, inclusive, no grande estopim que culminou na chegada das doze a Lua.

Pois bem, a Ruiva não tinha muito tempo. Conforme circundava entre os corpos inertes, com seus cabelos traçando a calda infernal de um cometa nos céus, ela planejava. Estava próxima a destruir todas a um mero estalar de dedos! Se soltasse seus recém-despertos meninos naquele cenário, provavelmente, apenas as mais fortes resistiriam.

E é aí que se encontrava o problema. Se uma sequer sobrevivesse, os princípios de Moebius iriam fazer sua parte, reiniciando ao ciclo metamórfico com a reencarnação das derrotadas. Tinha de esperar, tinha de ponderar. Estar inconscientes a deixavam vulneráveis, mas ainda não diminuía seu número. Doze era um número cabalístico demais para a Ruiva ariscar-se.

Suspirou, com uivo sombrio que apagou a luz de algumas estrelas ao longe. Teria de se infiltrar nas linhas delas. Em um ambiente em que todas ainda descobriam sua própria identidade, uma substituta não iria ser notada. Pelo menos, não a tempo suficiente de impedir a verdadeira investida da Ruiva às fundadoras. Todas de uma só vez, como Moebius prenunciara.

O brilho lunar refletia no rosto cadavérico da Ruiva conforme ela passava seu olhar gélido por cada uma das fundadoras. Qual delas seria a ideal para substituir? Cada qual tinha sua habilidade única e sua contribuição Elemental para a estr…

Uma ideia súbita correu como uma vítima pela mente da ruiva. Era óbvio!

Tão rápido quanto o bater de asas de uma borboleta, uma das doze fundadoras do loonaverso havia desaparecido. No instante seguinte, uma cópia, moldada pela própria Ruiva, tomava seu lugar, mimetizando seu semblante e sua postura conforme se posicionava em seu mais novo papel.

“Ah meninos”, transmitia a Ruiva, para seu servos, conforme deixava a cena, “isto será divertido!”

Yeojin piscava os olhos. Tinha a sensação de ter desmaiado, apesar de, em sua memória, ter certeza de estar guiando suas onze companheiras em direção a Lua desde o embate no Reino dos Sapos. Um arrepio passou pela sua espinha. Dada à situação, memória era algo em que não se podia confiar. Iria ter de averiguar isto assim que pousassem no Castelo Lunar.

Mal sabia Yeojin que o esperançoso Castelo seria apenas um palco diverso para novas desgraças.

Butterfly é um EDM desconstruído nos moldes que boa parte dos fãs esperava desde a quebra de expectativa que foi love4evah, do yyxy. Neste sentido, temos um conjunto de sintetizadores pesados  que toma conta da estrutura da faixa, com as vozes processadas e extremamente agudas das garotas servindo mais como apoio a melodia do que sozinhas.

O clipe, por sua vez, é desapegado da maioria das teorias que inspiraram a fanfic (ainda mais que Hi High), continuando, de forma meio surpreendente, o teaser For all the LOONAS in the world, com uma mensagem positiva de autoconfiança de pretenso caráter global.

Neste sentido, Butterfly foi uma certa decepção. As teorias e estéticas que rechearam os lançamentos das subunits parecer aparecer apenas nos teasers dos lancamenros, o que, de certa forma, deixa a impressão de que alguma coisa está faltando…

Quanto a música, em si, a retomada so caráter mais indie, apesar de ter demorado pra acontecer, foi um acerto, trazendo o single mais memorável do grupo desde o debut solo de Olivia, sem contar que a mensagem por detrás é bem empoderadora, algo bem legal e inusitado de se ver no k-pop…

E este foi o primeiro capítulo do Ato II da Saga do Loonaverso!!! O que acharam de Butterfly?? Quem vocês chutam que foi substituída pela Ruiva??
O próximo capítulo vai ao ar na terça que vem xD Aguardem!!!

Acompanhe o Ato II da Saga do Loonaverso!!! Um capítulo/review por semana a partir de hoje!!!

Ato II, Capítulo 2 – Satellite

Ato II, Capítulo 3 – Curiosity

Ato II, Capítulo 4 – Colors

Ato II, Capítulo 5 – Where you at

Ato II, Capítulo 6 – butterfly

Ou confira os capítulos (e reviews) do Ato I da Saga e veja como as doze fundadoras se reencontraram depois da tragédia que destruiu o loonaverso!!!

Ato I, Prelúdio – Odd Eye Circle

Ato I, Capítulo 1 – Yves

Ato I, Capítulo 2 – Chuu

Ato I, Capítulo 3 – Go Won

Ato I, Capítulo 4 – Olivia Hye

Ato I, Capítulo 5 – yyxy

Ato I, Capítulo 6 – favOrite

Ato I, Capítulo Final – ++

11 comentários em “[Review/Fanfic] LOONA – XX

  1. Será que a ruiva está sozinha? O MV de Butterfly traz VÁRIAS mulheres (uma delas sendo uma ruiva – seria a mesma ruiva??), todas com potencial pra estar envolvidas nessa trama misteriosa…

    Butterfly é MARAVILHOSA!!! Fevereiro tá sendo um mês muito bom, primeiro com o comeback do Dreamcatcher (aliás, vai ter review pra ele?), agora com o do LOONA, e semana que vem é a vez do (G)I-DLE…

    A propósito, se a gente já achava o loonaverso complicado, imagina após descobrir que ele é construído com material que vai desde a Bíblia (isso a gente já sabia) até conceitos do círculo cromático, da teoria das cordas e de FÍSICA QUÂNTICA??

    Vendo todos os vídeos no canal dessa fã, é particularmente surpreendente a teoria de que a Choerry que aparece em Love Cherry Motion até o momento em que ela come a cereja pela primeira vez na verdade seria a HYUNJIN… e pior que faz sentido vendo a explicação dela.

    Curtido por 1 pessoa

    1. As outras mulheres do clipe de Butterfly terão seu espaço na fanfic, pode ter certeza xD Na terça, mas mistérios serão revelados com o novo capítulo!!! Aguarde…

      Este fevereiro realmente tá com vários lançamentos interessantes xD (infelizmente, não teremos Album Review do Dreamcatcher neste mês porque eu ainda tenho os posts do loona e a playlist de fevereiro pra terminar @.@’ Mas quem sabe nos próximos meses??)

      O loonaverso é realmente uma mistureba de conceitos, o que dá espaço pra várias teorias doidas fazerem todo o sentido (como a própria fanfic aqui e essa da do vídeo kkk) Nunca havia pensado nessa possibilidade da Choerry mas, realmente, vendo o vídeo faz todo o sentido o.0′

      Curtir

  2. O único problema, como imagino que você já deve saber, é que a Yves quebrou o nariz e a YeoJin torceu o tornozelo nos shows desse último fim de semana (zica jogada pelo YG?)… ambos são machucados que podem ser curados em alguns dias, mas fica a dúvida se elas já estarão devidamente recuperadas pro comeback nos music shows, que tá previsto pra começar depois de amanhã…

    Por um lado, a gente quer muito ver o LOONA divulgando o comeback; por outro, se elas ainda não estiverem recuperadas, colocar elas pra dançar poderia piorar os ferimentos (especialmente no caso da YeoJin), e botar o grupo pra fazer o comeback sem as duas também não seria legal… enfim, acho que a prioridade é a saúde delas, então espero que elas estejam bem.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Bom, no caso da Yves, o nariz dela tá normal (nem parece que foi quebrado), então acho que ela se recuperou sim. O caso da YeoJin é mais difícil de saber, já que o tornozelo dela fica coberto pelas botas e calças. Espero que ela também esteja recuperada.

        Curtido por 1 pessoa

  3. Sinceramente, Loona musicalmente era mais interessante antes de debutar, tipo. Não gostei daquela música debut, achei bem meh e essa de agora achei mais ou menos e é legal? É, mas nada tão wow pra surpreender. As histórias estão ótimas

    Curtido por 1 pessoa

      1. Acho que eu entendo o que vocês querem dizer: as melhores músicas do projeto LOONA continuam sendo solos (Eclipse e new, não necessariamente nessa ordem), com Singing in the Rain logo atrás. O grupo completo ainda não teve uma faixa que chegasse no mesmo nível.

        Isso posto, eu considero que elas ainda estão entregando músicas excelentes. Adorei Butterfly, e algumas das B-sides são ainda melhores (Stylish, Where you at, Colors, Yeolgi, Perfect Love…). Claro que a gente torce pra elas alcançarem e até superarem os pontos mais altos do projeto como um todo, mas acho que enquanto elas estiverem fazendo músicas BOAS, não tem muito motivo pra reclamar…

        Curtido por 1 pessoa

      2. Isto posto, seria maravilhoso se no próximo comeback elas trouxessem um synthpop cheio de batidões como new, e/ou um R&B mega-sensual (se bem que Yeolgi já faz isso), e/ou uma faixa urbana com um rap bem longo feito pela rainha do rap coreano (claro que estou falando da maravilhosa Go Won)!

        Aliás, fico na torcida pra BBC inscrever a Go Won num Show Me The Money ou Unpretty Rapstar da vida quando o grupo tiver um tempinho livre.

        Curtido por 1 pessoa

      3. Imagina a Go Won no Unpretty Rapstar??? Capaz de ser uma zebra maravilhosa na competição (como a Jimin foi)!!!

        Acho que esta decepção tem a ver um pouco com o hype estratosférico que o grupo foi atingindo antes do debut completo :/

        Curtir

      4. Hahahahaha, né? Jiminzão fez história no Unpretty Rapstar, passando vexames maravilhosos mas também surpreendendo quem achava que ela não tinha chance…

        Sobre a Go Won, vale comentar que o Kpopalypse (vulgo Asian Mixtape da Austrália) “premiou” ela como a rapper de 2018. A justificativa foi sensacional (San E deve estar sentindo a bofetada do Kpopalypse até agora).

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s