HOLO, Lee Hi: O equilíbrio entre o genérico e o confessional

Sinceramente, eu amo a Lee Hi (até coloquei agora uma imagem dela para ir aparecendo no header do blog). Desde de seu debut 2013, eu venho acompanhando sua pequena discografia e o péssimo gerenciamento da YG em cima da gata, conforme ela foi flertando com blues, jazz, baladinhas interessantes e o som da modinha, sem perder o charme de sua voz rouca e aveludada, e o carisma de jovem que gosta de música “de velho”. Quando ela saiu da YG ano passado e anunciou que ia lançar um single de forma independente neste ano, meu hype estava nas alturas (já que a YG não é muito conhecida por dar liberdade criativa pra suas artistas femininas), e eu estava quase certo de que me decepcionaria…

O que, felizmente, não aconteceu aqui!!!!

Lee Hi começou a percorrer um caminho que está se tornando cada vez mais comum para estrelas da segunda geração do k-pop: depois de muitos anos em uma grande empresa, com, provavelmente, uma liberdade criativa limitada, seu contrato terminou e ela decidiu percorrer outro caminho ao invés de renovar seu contrato. É bem interessante que isto ocorre principalmente com cantorAs, né? De cabeça, temos a Sunmi, a Yubin, a HA:TFELT, a Bom, a CL, a Luna, a Amber, a Victoria, a Minzy, a Jenyer, etc… Cada uma com sua trajetória individual e com imensas possibilidades diferentes para Lee Hi.

Vendo ela ser aberta sobre toda a experiência na YG e fazer uma tour por uma parte do cenário capopeiro (incluindo a Chung Ha <3) perguntando de fato, em qual agência ela deveria assinar, já deu uma prévia de que caminho ela está procurando seguir. Pela primeira vez desde que debutou, ela parece estar sendo mais franca e acessível em sua persona pública, algo que, sinceramente eu que tenho preguiça de pesquisar interações em entrevistas e reality shows não costumo ver no k-pop. Isto me fez apreciar ainda mais este lançamento (e me fez escutar Seoulite enquanto trabalhava hoje).

Em seus vídeos, ela deixa claro que o objetivo de HOLO é trazer um pouco de conforto para as pessoas neste período de isolamento social. 홀로 (“holo”) significa “sozinha” em coreano e dialoga muito com a solidão que estamos encarando diariamente. A faixa fala sobre um desejo de simplesmente parar de se arrepender, de chorar e de acumular sentimentos tóxicos sobre o passado que e a sensação de isolamento, sendo construída de uma forma que a deixa genérica na medida certa. Ela pode ser sobre a Lee Hi falando dos desafios de estar sozinha, fora da YG. Pode ter relação com alguém que ela quer esquecer. Pode ser algum sentimento ou situação que ela quer superar. Pode ser a forma que ela está processando este período de quarentena.

Assim como podem também ser nossos anseios e sentimentos, refletidos ali para nos identificarmos e utilizarmos como boost de confiança.

O poder de músicas confessionais se encontra muito na possibilidade de identificação e o formato em que a música nos apresenta, uma power ballad guiada pelo piano e por coros meio gospel, dialoga exatamente com este tipo de mensagem. Afinal, uma balada geralmente funciona com a gente quando vemos refletidos ali nossos sentimentos e experiências. E, para mim, o conteúdo desta música e a forma como ele foi apresentado, deixa a mensagem ampla o suficiente para abranger várias experiências diferentes, ao mesmo tempo que especifica o mínimo possível para não soar genérico e vazio.

No clipe, temos um pouco desta especificação, com Lee Hi agindo como uma anja da guarda de uma garotinha, que pode ter a simbologia que você achar melhor: ela pode ser a própria Lee Hi do passado ou pode ser uma projeção nossa escutando a música. De toda a forma, vemos esta menina sozinha e chegando a uma situação crítica (representada pelo afogamento na piscina) com Lee Hi indo ao seu encalço, para lhe ofertar companhia e lhe salvar. A própria figura de Lee Hi aqui pode assumir a teoria que você preferir. Eu gosto de acreditar que, ao mesmo tempo que a cantora está falando consigo mesma, ela está representando tudo que nos salva da solidão (no sentido de nos sentirmos completamente derrotados só pelo fato de nos sentirmos sozinhos), seja a companhia de outras pessoas ou nosso contato com a arte e da cultura (seja produzindo algo ou apreciando).

LEE HI, New Song 'HOLO' will be Released on July 23 - First comeback after leaving YG

Hoje eu estou com o coração mole. Teve o lançamento desta música e o post fofíssimo do Gosto Meu, então eu fiquei tocado e decidi fazer um post pesquisando um pouquinho mais que o comum (o que não resultou num texto maior, mas né, paciência…). Já é o segundo lançamento desta semana que me deixa reflexivo e motivado para continuar meus projetos artísticos ao mesmo tempo que não desvaloriza meus receios e incertezas de tudo dar errado. E, por conta de todo este contexto, acredito que HOLO é um dos melhores lançamentos de 2020, e cotadíssimo para o top 10 das melhores músicas do ano, sério. Depois de escutar a música, eu até lembrei do meu desejo juvenil de estudar teoria musical e começar a montar minhas próprias demos indie… E o que seria uma música boa se não uma que te inspira a fazer a sua própria??

Consigo sentir que, assim como Am I Strange, esta vai ser uma música da discografia dela que vai me acompanhar e me motivar por MUITOOOO tempo…


PS: Já passou um tempinho que isto explodiu na internet, mas é importante lembrar do que está ocorrendo com os protestos contra violência policial ocorrendo em vários lugares do mundo (inclusive aqui no Brasil). Percebi que é crucial neste momento procuramos nos informar e ajudar como puder (principalmente nos conscientizando sobre racismo). Não estou no meu lugar de fala aqui, mas estou dando o meu melhor para aprender a ser antirracista (é o mínimo do mínimo que posso fazer sobre tudo isso). Se você quiser/puder ajudar, clica aqui e dá uma olhada nos links do Black Lives Matter, compartilhando se possível. Em relação a conscientização, eu vi um vídeo muito bom falando sobre racismo para dar os primeiros passos para ter atitudes antes antirracistas, clica aqui pra dar uma olhada. Muito obrigado por ler o post até aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s