Ullaeli Kkollaeli, 1TEAM: Boyband zoa os concepts de todos os oppas com uma música do Dreamcatcher

Ignorando completamente o debut esquecível do Treasure (deixa ele no fundo do mar para falarmos no final do mês), vamos falar um pouco sobre 1TEAM (que também tem integrantes provindos da bagunça que foi o MIXNINE), uma boyband totalmente nugu que retornou esta semana fazendo exatamente o que eu esperava de atos como VeriVery e Stray Kids?

1TEAM é um time (badum tss) de cinco carinhas nugus na primeira boyband da minúscula empresa LiveWorks Company. Eles debutaram no ano passado com o conceito de trap aegyo esquecido pelo Pentagon e mal aproveitado pelo EXO-SC lançando a mão de color coded em tons pasteis e do próprio passinho de Shine. Depois, numa virada inesperada para a Nugulândia, eles mantiveram o conceito para um comeback de verão, dando a entender que finalmente alguma boyband iria conseguia fazer rap sem precisar ser try-hard!

Era um milagre para garotos mais delicados em toda a Coreia do Sul!

Até o comeback de final de ano vir e eles se adequarem a tudo que a modinha masculina tem de pior (inclusive os drops horríveis no pós-refrão).

Já era mais um grupo que eu ia perder as esperanças de acompanhar, até porque eles ficaram mais de um semestre sem comeback (e quem acompanha nugus sabe que esta é uma distância perigosa entre um lançamento e outro). No entanto, veio a notícia do comeback neste mês e teaser photos coloridas demais para termos mais drops ruins no refrão…

Ullaeli Kkollaeli é o primeiro single de um novo projeto para o grupo (provavelmente iniciado pela falta de orçamento), onde os próprios integrantes estão produzindo as músicas e, ao invés de ser um EP de três faixas, cada lançamento será só o single digital mesmo (economizando na produção de álbuns físicos e não pagando compositores/comprando demos fora da empresa).

Apesar de parecer mais um single onomatopeico apreciado pela Lee Hyori, na verdade, este nome gigante aí (que claramente está aparecendo várias vezes no post graças ao ctrl+c e ctrl+v) é uma expressão coreana que amigos utilizam para provocar uns aos outros. Isto até faz bastante sentido ao olharmos o clipe, ridículo ao extremo, que parece tirar sarro de praticamente TODOS os esteriótipos visuais de boybands (seja os oppas sérios que jogam poker, os oppas fofos que brincam daquele jogo que tem que ficar parado quando o outro olha pra trás, os oppas assustadores que transformam esconde-esconde em um thriller, os oppas frios meio mafiosos, os oppas conceituais que correm em campo aberto e até mesmo os oppas BLzeiros cheios de ships entre seus integrantes).

E é justamente este clipe que faz com que a música saia um pouco do lugar comum.

Musicalmente, Ullaeli Kkollaeli é um rockzão energético bem básico e repetitivo, com pequenos breaks de rap no meio do segundo verso, numa estrutura bem comum para o k-rock num geral. Estranhamente, apesar da música não ser ruim e nem tão esquecível assim, ela fica mais em segundo plano depois de um olhar no clipe doido e no conceito incomum, assim como aquele single do N.Flying que eles tão caçando uma sereia e a dita cuja é o cabeludo do Broduce 101, tanto que nem tem muito mais o que falar da faixa em si…

Ullaeli Kkollaeli é agradável, mas não passa muito disso, fazendo o comeback como um todo soar um pouquinho genérico demais (este instrumental poderia entrar tranquilamente como b-side do Dreamcatcher, do N.Flying, do Day6 e até dos rookies Onewe), ainda mais para um grupo que prometia muito mais uns raps fora do padrão do que umas guitarras… Bem, pelo menos eles não mantiveram a vibe super séria do último comeback, então podemos esperar que os próximos lançamentos do grupo sejam minimamente agradáveis… E se você não viu o debut deles, veja, porque é um dos melhores do ano passado xD!


PS: Já passou um tempinho que isto explodiu na internet, mas é importante lembrar do que está ocorrendo com os protestos contra violência policial ocorrendo em vários lugares do mundo (inclusive aqui no Brasil). Percebi que é crucial neste momento procuramos nos informar e ajudar como puder (principalmente nos conscientizando sobre racismo). Não estou no meu lugar de fala aqui, mas estou dando o meu melhor para aprender a ser antirracista (é o mínimo do mínimo que posso fazer sobre tudo isso). Se você quiser/puder ajudar, clica aqui e dá uma olhada nos links do Black Lives Matter, compartilhando se possível. Em relação a conscientização, eu vi um vídeo muito bom falando sobre racismo para dar os primeiros passos para ter atitudes antes antirracistas, clica aqui pra dar uma olhada. Muito obrigado por ler o post até aqui!

3 comentários em “Ullaeli Kkollaeli, 1TEAM: Boyband zoa os concepts de todos os oppas com uma música do Dreamcatcher

  1. Desse MV tão intertextual, só catei as referências ao filme de terror “Quando as Luzes se Apagam” e o melhor momento: a homenagem ao Papa-Léguas. Quanto à música, apesar de ser razoável, me surpreende saber que a empresa deles não deu algum lixão try hard pra eles gravarem

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s