Numb, Jessi: O outro lado de uma grande gostosa…

Conforme vai conquistando o seu hit viral com NUNU NANA, a Jessi vem conquistando cada vez mais o meu coração mole. Que ela é uma grande gostosa e dona de si eu já sabia, mas, sinceramente, não estava esperando pelo que vi em Numb:

Eu gosto muito de cantoras confiantes e poderosas, que mantêm carão e tudo mais. Este tipo de personalidade geralmente tangencia (ou fala diretamente) do machismo na sociedade, além de dar visibilidade e confiança para muitas garotas e carinhas não-heteronormativos pelo mundo. Porém, quando uma cantora destas lança uma música em que se mostra mais frágil, acende em mim uma espécie de lâmpada, porque traz a reflexão de que, mesmo que você seja/queira ser uma grande gostosa, não tem problema se sentir vulnerável e nem precisa querer esconder isto. Não precisa ser uma faixa super pessoal ou que fale sobre alguma mazela específica da nossa sociedade, pra mim, só precisa ser algo feito com liberdade criativa e ser lançado como single.

Eu pretendo falar mais sobre isto comentando o lançamento da Hyolyn de amanhã (que vai ser TUDO!), mas, como seres humanos, somos multifacetados e ver mesmo que seja uma parcela desta grande e contraditória variedade de “eu”s traz um calor no coração que, obviamente, aumenta o replay factor do lançamento como um todo.

Pode me julgar, mas só depois de Numb que fiquei animado pra escutar novo EP de reciclagens da Jessi e, de uma forma interessante, aumentou o replay factor da própria NUNU NANA, que achei meio nada demais além do seu contexto com a Lee Hyori e da sua mensagem de que nunas (honorífico utilizado para mulheres mais velhas na Coreia) são ainda mais grandes e mais gostosas que as novinhas (isto, no contexto descaradamente machista do cenário músical capopeiro, é bem impactante e positivo de se ver).

A faixa em si é uma balada com versos lentos de trap, com referências aos dias da semana representando o fim de um relacionamento a distância. Aqui, Jessi está falando sozinha com o seu telefone ao mesmo tempo que junta forças pra terminar um relacionamento que vai-e-volta, na conclusão contraditória de se embebedar para se esquecer que está entorpecida.

Este tipo de letra confessional junto com o instrumental mais lento e dramático me lembrou muito The Weekend, da SZA, que ainda está pra lançar um álbum melhor que Crtl, de 2017. As únicas coisas que escuto com frequência dos EUA são cantoras como ela (com a dicotomia de grande gostosa + vulnerável e reflexiva que falei mais em cima), até porque é algo um pouco incomum de ver no cenário capopeiro… Fiquei extremamente feliz de ver este lado da Jessi, assim como estou empolgado para ver o lado de grande gostosa da Hyolyn depois de 9Lives (e estou torcendo para a HyunA também voltar com estas várias facetas em seus próximos lançamentos, conforme fazia quando estava na Cube).

Jessi (제시) - NUNA Lyrics and Tracklist | Genius

Eu espero que a Jessi continue com as promoções deste mini (se mais duas b-sides virarem single/ganharem clipe, já vai virar um álbum visual kkk), porque, depois de escutá-lo, percebi que ele é um bom álbum de rap + R&B feminino pra se escutar, sem ser longo demais ou ter pedantismo demais, como as minhas favoritas do ocidente acabam fazendo ao lançarem este tipo de coisa…


PS: Já passou um tempinho que isto explodiu na internet, mas é importante lembrar do que está ocorrendo com os protestos contra violência policial ocorrendo em vários lugares do mundo (inclusive aqui no Brasil). Percebi que é crucial neste momento procuramos nos informar e ajudar como puder (principalmente nos conscientizando sobre racismo). Não estou no meu lugar de fala aqui, mas estou dando o meu melhor para aprender a ser antirracista (é o mínimo do mínimo que posso fazer sobre tudo isso). Se você quiser/puder ajudar, clica aqui e dá uma olhada nos links do Black Lives Matter, compartilhando se possível. Em relação a conscientização, eu vi um vídeo muito bom falando sobre racismo para dar os primeiros passos para ter atitudes antes antirracistas, clica aqui pra dar uma olhada.

Um comentário em “Numb, Jessi: O outro lado de uma grande gostosa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s