Lovesick Girls, BlackPink: Tem refrão, tem melodia e, choque-se, tem reflexão

E depois de muito hype, muita informação que parecia falsa e muitas especulações, BlackPink lançou seu album full! Eu estava bem desesperançoso com o que poderia sair, até termos um teaser que indicava que o single iria para a linha do country EDM da Tosca da Franja/Natsume Mito (não que eu achasse que elas lançariam algo na mesma linha, mas foi a primeira referência que pensei). Já relembramos Square Up e Kill This Love nesta semana, vamos ver o que Lovesick Girls trouxe?

COUNTRY EDM, babe!!!!!

Uma música bem redondinha, com os sintetizadores complementando o baixo nos versos e o violão no pré-refrão. O medo de termos um drop perdido e barulhento no pós-refrão era enorme, ainda mais com o coro “we are the lovesick girls” ter TANTAS palavras pro padrão delas. Mas, felizmente, o pré-refrão são mais gritos, com “we are booooorn to be alone”, extremamente chicletes que grudarão pra sempre em sua cabeça.

Aiai, eu estou muito feliz com este lançamento sério. Este refrão está extremamente forte com os sintetizadores espaçados que dão aquela impressão de que você está escutando a música num espaço enorme, QUE É REPRESENTADO PELO CLIPE. Takes externos e espaços grandes em videoclipes são muito prazerosos de se ver hoje (já que estamos em quarentena) e no clipe eles foram usados com maestria.

A mensagem (ESCRITA COM PARTICIPAÇÃO DA JENNIE E DA JISOO, finalmente não é girl power vazio) é surpreendentemente profunda e relacionável com toda a imagem pública que o BlackPink traz: elas são poderosonas e querem ficar sozinhas, mas, ao mesmo tempo, estão se sentindo carentes e tristes por estarem se sentindo solitárias. Isto mistura os lados black empodenrador e pink vulnerável de uma forma muito orgânica.

A diferença entre “estar sozinho” e “se sentir solitário” é algo que venho lidando toda semana durante esta quarentena e foi surpreendente ter uma música tão popzinha e mainstream trazendo esta reflexão (ainda mais do BlackPink kkk). BlackPink tem uma fanbase adolescente GIGANTE e trazer esta mensagem neste tipo de melodia (que tem a mesma vibe estrela teen da disney que eu mencionei ontem em Kick It) é bem mais construtivo que os emponderamentos vazios e barulhentos que elas já desovaram.

Uma música com mensagem, ok, eu ainda estou processando isto.

Sobre os visuais delas, Jisoo e Rosé estão em seu período de glória, parecendo soft roqueiras pop-punk a lá Avril Lavigne há uns vinte anos atrás. Chocantemente, minhas partes preferidas do clipe são, pela primeira vez, as focadas nelas (quando Jisoo tá correndo e Rose tá no baixo e pintando a parede ROSA de PRETO enquanto está com um CABELO ROSA). Na verdade, todas as cenas do clipe parecem ter uma predominância de preto ou de rosa, a depender do que os versos estão falando (a parte de “ficar sozinha” emponderadora são mais escuras e pretas e a parte de “sentir-se solitária” mais vulnerável tem uma predominância de rosa).

E, claro, dizer que a Lisa está linda e que a Jennie tá meio estranha é chover no molhado.

The Album (álbum de Blackpink) – Wikipédia, a enciclopédia livre

Eu ainda não consegui escutar o resto do álbum pra saber que se é tudo isto de ruim mesmo, mas Lovesick Girls entrou no meu top3 do BlackPink com facilidade. Traz um refrão bem grudento e CANTADO, uma reflexão que não soa vazia, um clipe agradável de ser ver e, claro, um COUNTRY EDM.

Eu ainda estou chocado que realmente é um country EDM. Não sei se só estou muito desligado no cenário norte-americano, mas fazia tempo que não via alguém apostando nessa sonoridade pra um single. Isto destaca ainda mais o lançamento em comparação com o resto das coisas do ano (E SIM, caso você só conheça BlackPink e caiu aqui, tem UM MONTE de coisa do k-pop além delas e do BTS, tá?). Ponto positivo pra elas e, se isto for o último single antes do disband, como o Guilherme do Palpites Alheios teorizou, não estarei reclamando (quem dera 2NE1 ter como single final algo assim ao invés de Goodbye caça-níquel).

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá se quiser acompanhar indicações e comentários aleatórios de k-pop e BLs, com tweets ocasionais de artes e reflexões político filosóficas: @AquarioHipster

13 comentários em “Lovesick Girls, BlackPink: Tem refrão, tem melodia e, choque-se, tem reflexão

  1. Realmente, é um choque constatar, mas desta vez o Blackpink acertou em tudo na música. Depois do epic fail que foi Ice Cream, elas entregaram um epic win. E o MV também tá muito bonito.

    Começamos bem este mês! Agora é torcer pro TWICE, LOONA, o megazord NCT 2020 e outros grupos que também farão comebacks em outubro também entregarem trabalhos legais.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Siiiim, tudo de bom xD Amei, sério… Não sinto isso com um single do BlackPink desde, sei lá, Stay?? (gosto de Forever Young e Kick It, mas não tem esta exposição de single)

      O mês começou MUITO BEM, se for que nem setembro (que começou com o pé direito também), vai ser difícil lembrar dos lançamentos do 1 semestre pra colocar em posições altas no top 100 de fim de ano kkk

      Curtir

  2. Eu gostei demais, e a música vem crescendo comigo a cada ouvida. Super positiva.
    O mv ta lindo, os cenários estão lindos, as meninas estão lindas_ finalmente colocaram o cabelo rosa na Rosé! Hahahahaha_ sério, não imaginava gostar de lançamento assim delas desde a fofissima As if it’s your Last. Também curti bastante o álbum, o segredo pra mim foi abaixar todas as expectativas que tinha_ também, depois do feijão no pote que foi Ice Cream, creio que qualquer um ficaria.

    Curtido por 1 pessoa

    1. MANO, só agora que eu percebi que o nome da Rosé é literalmente “rosa”… Demorou mesmo pra fazerem isto, hein kkk
      Sobre o álbum, eu fiquei com expectativas bem baixas ainda mais depois do Feijão (assim como você), agora que escutei, acho que até que é um bom álbum ocidental (tipo, o estilo das músicas, incluindo nomes e tudo mais, parece muito mais coisa norte-americana que kpop mesmo)…
      Agora a dúvida fica se faço uma Album Review ou não kkk

      Curtir

  3. Estava relendo as postagens e o pessoal falando que a música tem uma vibe Avicci pelo encontro entre Country e EDM… Oq me faz pensar que o Guetta simplemente tem várias ótimas músicas Country EDM (Lovers on The Sun eu acho uma delicinha de ouvir), mas nada com seguiu estourar como os farofão genéricos tryhard com Nicki Minaj no vocal, as baladas eletrônicas da Sia ou qualquer coisa que a Bebe Rexha lance com ele e chega a entrar num top 100

    Curtido por 1 pessoa

  4. eu achei a música meio datada, sinto que já escutei antes mas não o muda o fato de que é MUITO boaaaaa aaaaa bp salvadoras da pátria!!! WE ARE THE LOVERSICK GIRLSSS HAUSHAJKAUSGAJA

    Curtido por 1 pessoa

    1. Pelo poder de Vênus!! (amei seu username 💖)

      Não tinha parado pra pensar nisto, mas é meio datada mesmo (até porque country EDM teve o seu auge no j-pop lá por 2015/2014 pelo que eu sei)… Quem diria que “BP” e “salvadoras” estaria na mesma frase hein?? kkkk

      Curtir

  5. A preguiça da YG é tão grande que eles nem pra rechearem esse álbum com mais duas músicas pra que o título de álbum valha a pena e tenha no mínimo meia hora de música nele. Mas, tirando a incompetência da dita-cuja, essa música é gostosinha de ouvir e elas FINALMENTE tem um bop, já que a última coisa boa delas até então foi Como Se Fosse o Último (Comeback), lá do longínquo 2017. Os outros destaques desse EP pra mim são a parceria com a Cardi B, “Crazy Over You” (aqui elas acertaram no noona fodona concept), e “You Never Know”, que foi um bom encerramento pro “””álbum”””

    P.S.: Esse lado “black empoderador” e “pink vulnerável” é uma teoria sua ou isso já existe algum tempo entre os Blinks e eu não tô sabendo? #DesinformaçãoConcept

    Curtido por 1 pessoa

    1. SIM, fica ainda mais nítida esta preguiça com o LOONA lançando um EP neste mês que tem EXATAMENTE OITO FAIXAS… Decepcionante… Do ALBUM, eu achei bem coesa a posição de Ice Cream na tracklist e até que curti a da Cardi q vc falou e Crazy Over You… Estou pensando se faço uma Album Review ou não kkk

      PS: a divisão do black e do pink já existia entre os blinks, mas associar com emponderamento e vulnerabilidade não sei… Sempre interpretei desta forma pelo jeito que o pessoal fala, mas não sei se costumam associar da mesma forma (o black até acho que sim, mas pink talvez achem que vai mais pro aegyo? Não sei dizer com certeza kk)

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s