Zig Zag, Weeekly: A definição de “involução”

Aconteceu um fenômeno meio engraçado no Twitter ontem: um monte de gente que tinha exaltado o debut do Weeekly há uns meses atrás simplesmente esqueceu de ver o comeback delas porque o 1thek decidiu não notificar as pessoas no Youtube… Enfim, enquanto todos nós vemos o clipe com um dia de atraso, as rookies do ano já estão de volta com seu novo single energético:

Talvez eu só não esteja no clima de uma música assim enquanto tento juntar quase nenhuma energia que estou hoje pra fazer as coisas do trabalho e não pirar em como o último desenho que fiquei um bom tempo fazendo não teve quase nenhuma receptividade no instagram (sei que é normal, mas ainda dá um medinho significativo).

Enfim… O clipe é meio bagunçado que nem o do debut, mas parece um pouco mais desconexo (ainda mais por uns CGs mal posicionados). Elas ainda estão esbanjando carisma (e tem até uma cena de ship aí), mas o debut parecia bem mais polido e organizado. Parece que este clipe veio primeiro e concertaram a casa pra fazer Tag Me (por isto o “involução” no título).

A faixa, porém, está menos gritada e cansa menos, indo numa pegada mais rockish juvenil. Este refrão eu veria tranquilamente em qualquer banda feminina menos conhecida de j-rock o que é um baita de um ponto positivo, apesar de não ser tão efetivo e grudento como o do debut. No fim, o grande destaque MESMO, por incrível que pareça, vai pra letra, com reflexões sobre ansiedade e mudança de humor enquanto amadurecemos.

O mini também não chega a ser memorável como o do debut, mas a faixa com o nome do grupo, Weeekly, é boa e energética ao ponto de me fazer perguntar o porquê raios ela não foi usada como single…

We can, álbum de Weeekly: lista das músicas e tradução do texto

Weeekly está em seu primeiro comeback, mas fica nítido o fogo nos olhos da empresa do Apink de hitar “o novo Momoland”. Está tudo on point e, muito provávelmente, elas vão começar a vender cada vez mais a cada comeback até viralizarem como as novas irmãzinhas doidas da nação. No meu caso, porém, eu simplesmente não estou no clima, então a faixa não funcionou nem um pouco comigo. O clipe, pelo menos, fez eu soltar uns sorrisos involuntários aqui. Elas são realmente bem carismáticas.

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá se quiser acompanhar indicações e comentários aleatórios de k-pop e BLs, com tweets ocasionais de artes e reflexões político filosóficas: @AquarioHipster

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s