HWAA, (g)-idle: Reciclando flores queimadas

(g)i-dle começou oficialmente 2021 com o primeiro grande comeback do ano (na minha humilde opinião). Ano passado eu percebi o quanto eu estimo o grupo e como praticamente todo comeback delas funciona comigo (menos DUMDi DUMDi… Isso a gente apaga), então claro que meu hype estava nas alturas (e o fato de eu ter ido bem na 1ª fase da Fuvest me deixou de super bom humor hoje pra ouvir isto xD):

Soyeon já havia dado entrevistas falando que estava interessada em fazer algo mais próximo ao som e visual tradicional coreano (provavelmente da era Joseon), principalmente depois das investidas bem sucedidas do ONEUS e do Oh My Girl no estilo (que promete virar modinha nos acts de primeiro/segundo escalão se continuar assim). HWAA, pelo que entendi, tem um significado duplo de “flor” e “fogo” em coreano, sendo a proposta da rapper de trazer algo mais melancólico e sentimental para o inverno, que, ao mesmo tempo, tenha pulso o suficiente pra não ser uma mera baladinha.

Como os recentes lançamentos delas estão mostrando, HWAA já deixa muito claro quais são suas referências e o que dos singles passados do grupo Soyeon está tentando reutilizar. Desta vez, a ideia foi pegar Hann e misturar com algumas cordas no instrumental de moombahton que vimos em DUMDi DUMDi (fiquei muito feliz que consegui identificar isto logo de primeira kkk). A faixa brinca com o tempo de sua melodia, alternando o moombahton com sessões mais lentas, o que aumentou a carga dramática do resultado final. O refrão, porém, é bem mais básico e direto que os versos sugerem, não deixando uma impressão muito marcante (inclusive depois de ouvir as outras faixas do álbum).

O clipe, por sua vez, é lindo e flerta muito bem com o lado tradicional que Soyeon queria, sem soar muito fiel nem pedante. É, como Favorite Boys do A.C.E, uma versão mais popzinha da era Joseon, com mais enfoque na analogia entre flor e fogo do que nos elementos tradicionais em si. No fim, funciona bem e aumenta o replay factor da faixa, até porque destaca esta dualidade da letra que, sem sombra de dúvidas, é a parte mais criativa e impactante do single em si.

Depois de uma faixa MUITO BEM PRODUZIDA escondida na tracklist de seu último EP, eu já fui com tudo pra escutar o álbum e, apesar de ficar meio bagunçada a sonoridade pro conceito do single, é nítido como a qualidade das b-sides estão melhorando a cada comeback.

A intro, que faz a ligação de HWAA com Hann, é uma balada dramática e melódica que funciona muito bem pra aumentar o impacto do single, como uma espécie de chama crepitando no inverno. Das quatro faixas escritas majoritariamente pela Soyeon, a melhor pra mim foi MOON (que teve a contribuição da Minnie na melodia, olha só), por se utilizar de uns tecladinhos que parecem trilha sonora de jogo medieval do Mega Drive/Master System. Sério, lembrei de Golden Axe só de ouvir estas notinhas.

No mais, temos mais duas faixas, que tiveram a produção e letra com contribuição da Yuqi e da Minnie. A da primeira foi LOST, um dance-pop contido com elementos de pop acústico, trap e uns sintetizadores no refrão que parecem aproveitar cada espacinho dos versos suspirados, facilmente outro destaque do álbum. A da segunda, por sua vez, foi DAHLIA, um eletrônico atmosférico meio genérico que, na minha opinião, funcionaria perfeitamente no The Album do BlackPink (inclusive, Where Is Love, que tá no meio do álbum, também parece muito uma faixa de Lisa e Amigas), não fazendo muito por mim.

JYP PUBLISHING

Em HWAA, infelizmente, (g)i-dle ainda trabalha meio no automático, repetindo novamente fórmulas de seus singles passados. Não é o lançamento explodidor de cabeças que eu esperava, mas, pelo menos, tivemos um clipe bem bonito, um conceito legal pra letra e três b-sides legais que conseguiram se destacar mais que o single.

Como está dando bem certo para elas, acho difícil a cara dos singles mudar muito. Fica nítido que estas reciclagens matam um pouco o potencial do grupo pra trazer coisas realmente impactantes, como foi seu primeiro ano de existência (quando vimos estas fórmulas pela primeira vez). Pelo menos elas prestam atenção pra montar boas b-sides, o que, por si só, já é um diferencial tremendo no cenário.

9 comentários em “HWAA, (g)-idle: Reciclando flores queimadas

  1. E que venha a segunda fase da Fuvest! (Eu flopei na Unicamp mais que os rookies femininos do Melon ano passado hahaha)

    E como assim Dhalia não arrebatou seu coração??? Hahaha
    Eu gostei muito desse comeback, eu ficaria em duvida qual faixa seria um pré-release bem feito, pois está tudo bem feito, por mais que haja reciclagens. Ainda acho que a CUBE poderia liberar mais verba para uns pré-releases do grupo, elas conseguem arrebatar muito dinheiro para uns dois MVs por mini álbum lançado

    Curtido por 1 pessoa

    1. Valeuuu (aí… :/ Vc vai prestar ENEM ou Unesp?? Se for, espero que vá bem…)

      Não curti muito não… Esta vibe mais eletrônica não tá fazendo muito por mim ultimamente… Mas concordo que poderiam pegar uma b-side e trabalhar como pre-release, o hype do grupo já é ENORME, custa nada gastar uns dinheiros a mais, né? Vão hitar de todo jeito

      Curtido por 1 pessoa

      1. (Vou prestar Enem e Unesp, sim… Mas eu me matei de estudar para a Unicamp, então fiquei chateado de não ter ido tão bem, apesar da prova estar o cão esse ano, até a parte de matemática e química estava mais difícil que a Fuvest pelo que meus professores falaram)

        E, sim, a CUBE já não vai financiar o CLC mais, o que eu já achei que tacariam mais dinheiro no (G)I-dle, ou estão guardando verba para o novo GG que deve sair esse ano

        Curtido por 1 pessoa

      2. (Ai, Gui, que droga… :/ Muita força e boas energias pra vc… Não tá fácil x.x)

        É a pachorra o CLC explodir pra já debutarem outro grupo né?? Mas estamos falando da Cube, então não duvido não (podiam lançar a Soyeon solo também que nem a HyunA lá em 2010, faria sentido…)

        Curtido por 1 pessoa

  2. moombahton

    Então esse é nome dessa batida, que por sinal, peguei um abuso porque é só o que tem em música latina.

    Enfim…

    Vou ouvir o álbum, mas a title não me impressionou. Espero que ainda este ano saia um full álbum, confío no potencial da Soyeon e amigas

    Curtido por 1 pessoa

    1. Tão usando e reutilizando a rodo esta batida mesmo x.x’

      Ia ser muito legal se saísse um full album delas… xD Acho que dos girlgroups mais recentes (de 2018 pra cá), elas são as mais prováveis de lançar um full que realmente tenha impacto

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s