Fundo do Mar: 2NE1, Jeong Sewoon, A.C.E, VICTON, Treasure e mais…

E o Fundo do Mar está de volta para 2021!!! Depois de alguns meses fazendo posts GIGANTES (com mais de vinte músicas por post) eu decidi deixar a rigidez da periodicidade mensal de lado e só lançar estes compilados quando juntar vários lançamentos não comentáveis em post único mesmo.

Tem umas coisas de novembro/dezembro de 2020 que eu não escutei, mas, sinceramente, fiquei com preguiça de cavucar, então vamos só no que já tivemos de comebacks e debuts nestas duas primeiras semanas de 2021!

In The Dark, Jeong Sewoon

O Wendell disse em seu blog que esta faixa iria agradar os conceituais. E este foi um comentário BEM CERTEIRO.

Minha relação com as músicas do Jeong Sewoon do ano passado são especiais e a volta com a segunda metade de seu full album continuou sua narrativa motivacional de alto descobrimento. No ano passado, as músicas funcionavam mais dentro do contexto do álbum do que sozinhas (por isto ele não apareceu no TOP 50), mas, agora, temos um single digno de atenção solo, seguindo uma linha de pop acústico bem incomum para os dias de hoje, com alguns toques dramáticos aqui e ali para dar a vibe sombria que o clipe e o nome da faixa evocam.

Quanto a letra, temos algo motivacional e confessional, com o cantor falando para si mesmo que, quando tudo parece acabado e ele está sozinho no escuro, tudo vai melhorar e uma hora seu “eu escondido” vai brilhar “quando a noite passar”. Não é super inventivo, mas é bem fofinho e relacionável.

Bem provável de eu fazer uma review do álbum completo se eu curtir esta segunda parte tanto quanto curti a primeira no ano passado.

Fav Boys (Steve Aoki Remix), A.C.E (feat. Thutmose)

Eu sou uma pessoa simples: vejo A.C.E, eu clico. Eles são super estilos e não masculinizados, conseguindo fazer descer na minha guela algumas coisas que duvido que eu teria gostado caso viessem de outros grupos.

Mas é remix né? Isto foi como aqueles remix desnecessários que apareciam em festas pré-quarentena em que NÃO DEIXAVAM TOCAR A PORCARIA DO REFRÃO DA MÚSICA PRA EU DANÇAR.

What I Said, VICTON

O último comeback que eu vi do Victon, eles ainda eram os irmãos mais novinhos aegyo do Apink. Imagina minha surpresa ao ver o clipe aí em cima?

Um ótimo sonzinho de refrão foi destruído pelo padrão Boyband 101 que infestou 2020… Qualquer um poderia ter lançado isto EXATAMENTE DO MESMO JEITO. Triste. Esperava mais depois do ícone estilístico visual e sonoro que o Apink se tornou

Crush, MCND

Os meninos da Era do gelo voltaram e, surpreendentemente, não é TÃO Boyband 101 com a conhecida voz de catarro. Na real, as referências de Crush são, claramente, os números de rap americanos do final dos anos 90/começo dos anos 2000, com seu refrãozinho que quase fica irritante, sua batida bem popzinha do Timbaland e a sensação que tá faltando uma cantora convidada harmonizar loucamente em algum momento da música. O break da ponte quebra um pouco a experiência e o refrão é repetido VEZES DEMAIS pra dar vontade de escutar de novo… Pelo menos, valeu a tentativa de fazer algo que foge do padrão pra meninos.

My Treasure, Treasure

Eu só fui escutar esta daqui porque o Dougie elogiou. E eu fiquei a música INTEIRA esperando um break horrível acabar com a sequência super orgânica e meio clássica de R&B que referencia o pré-disco de Rock The Boat (a base do disco é isto aqui, se você é fã da revitalização do gênero, sugiro escutar pelo menos uma vez, é bem legal). Quando o break efetivamente veio, não me senti tão afetado e logo voltamos para a parte agradável da música…

Apesar de não ser icônica, é agradável e, considerando o curto repertório deles, isto já é um tremendo de um elogio.

Asurabaltabalta, T1419

E novo grupo da MLD (aka Momolândia) debutou com algo que parecendo uma expressão provavelmente incorreta de hindi que eu veria em Caminho das Índias. Gritos, caras de conceitual, sintetizadores pesados e enfoque para a coreografia enquanto alguém faz voz de catarro no fundo… Onde será que já ouvi isso?

Dangerous, E’Last

E EU JURAVA PELA thumbnail que este era o Taemin do X1 (não sei porque kkk), mas me enganei profundamente. No começo eu até estava feliz por esta confusão, porque a faixa parecia um sexy masculino do Sweetune (claro, com um trapzinho no meio por estarmos em 2021, mas dava pra relevar), tendo direito a um pré-refrão MARAVILHOSO e um integrante de cabelo branco maravilhoso. Mas o refrão, minha deusa, que bagunça. Ele cria um crescendo incrível, com os integrantes efetivamente CANTANDO dramaticamente pra cair no velho drop pesadão de sempre… É triste porque tirando este momento (que aparece só duas vezes na faixa), o resto tá muito bom de se ouvir… Vamos ver se eu supero este defeito com o tempo ou só vou ficar com preguiça de escutar a faixa mais vezes…

Abittipsy ,Youha

Esta ótima recomendação do Lunei fica pra fechar a lista, de Youha, uma ex-futura-2NE1 (ele explica tudo no post dele). É um oitentista bem mais raiz do que o que costumamos ver, curta o suficiente para não cansar e super gostosa de ouvir. Como o próprio Lunei descreve de forma CIRÚRGICA, é “bem o tipo de coisa que imagino tocando no final de um filme colegial de trinta e cinco anos atrás, quando todos os personagens conseguem resolver seus conflitos e terminam suas participações no baile de formatura ou algo assim”. Nem tenho mais o que acrescentar pois esta foi EXATAMENTE a impressão que eu tive conforme via o clipe.

wonhyuk e'last | Explore Tumblr Posts and Blogs | Tumgir
Se o final da quarentena permitir, não duvido que tentarei deixar meu cabelo assim… Vamos esperar…

E este foi o primeiro compilado de lançamentos do ano… Se não fosse a recomendação do Lunei no final teria sido BEM mais morno, mas foi legal o Jeong Sewoon ter feito comeback e o A.C.E ter conseguido uma parceria com o Steve Aoki (lembram quando as armys se gabavam disso?), apesar de ele ter estragado a música.

2021 segue ainda sem um grande marco para o k-pop, o que já é meio estranho considerando que hinos super marcantes (IGAB, Excuse Me, %%, Gotta Go, por exemplo) já teriam sido lançados por alguém a esta altura do ano de tão efêmero e rápido que o cenário é em desovar coisa nova atrás de coisa nova…

Vemos ver como vai ser até o final do mês…

9 comentários em “Fundo do Mar: 2NE1, Jeong Sewoon, A.C.E, VICTON, Treasure e mais…

  1. Acho que o comeback das meninas do woo!ha! Foi um dos mais esquecidos (elas só lançaram um mv pra uma das música do single álbum do mês de novembro, se n me engano).

    Realmente esse ano tá bem mais lento no quesito lançamento. Pelo menos da pra compree der, já que o corona ainda tá por aí. Quero surpresa atrás de surpresa, 2021 nos deve isso😁

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu vi que tem dois vídeos bem recentes delas… Vou dar uma olhada e aí depende de como for faço ou um post solo ou coloco elas no próximo Fundo do Mar… Valeu pela indicação xD

      Então, vamos ver como vai ser… A primeira metade de 2020 foi muito morna pro que esperamos pro k-pop, espero que não ocorra novamente este ano (2021 nos deve isso mesmo kk)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s