Fundo do Mar (18/02): aespa, Kang Daniel, Cherry Bullet, Super Junior, Purple Kiss e mais…

Tem posts que ficam em branco nos meus rascunhos por séculos… Este é um deles. Fico esperando por um momento de motivação pra começar a escrever e já postar (porque geralmente só numa tacada é que estes posts saem mesmo kkk). E eis que este momento chegou! “Finalmente” chacoalho a poeira da preguiça e começo a olhar tudo minimamente relevante que foi lançado pouco antes de A Garota Não Legal da HyunA até a Bicicletinha da Chung Ha (com uma ou duas coisas dessa semana no meio). Já digo que não foi muita coisa memorável não, hein…

Stay Young, AB6IX

Eu estava crente que ia desgostar disto aqui. Logo ao apertar play já estava na minha cabeça “eu tento gostar do AB6IX, mas…”, mas nada. Uma musiquinha motivacional bonitinha, com umas transições bem dramáticas entre baladão, rap melancólico e o refrão com uma vibe meio opera pop. Eles tão lindinhos, super naturais e, talvez por eu meio já querer curtir o grupo, gostei logo de primeira. Poderia ser melhor, mas não estou reclamando não.

My Turn, Cravity

Foi-se o tempo que uma thumbnail com roupas esportivas poderia lembrar Grease Lightning (culpe glee por deixar esta referência fresca na minha cabeça) ou Give Me the Love, né? Cravity aparentemente fez bastante barulho ano passado seguindo a modinha da boyband, então não é muita surpresa vê-los neste trap pseudo-desconstruído com muito swag e não-sei-quantos versos em rap… Pra mim o grupo ainda soa genérico demais para eu me lembrar deles depois de uns minutos…

No Diggity, ONEUS

ONEUS não ficou nas minhas graças depois do ótimo pós-refrão mal aproveitado de To Be or Not To Be e, novamente, o direcionamento da RBW pareceu gastar muito mais com o clipe do que com a música. DE NOVO, clipe está LINDO, todos os integrantes estão memoráveis, tirando o melhor que este conceito de psicótico pode trazer (parece um festival de cosplay bons de personagens de anime e de games). Já a música mira em tanta coisa ao mesmo tempo que me deixou confuso, ainda mais pelo refrão ser aqueles sintetizadores de peidos. Se qualquer outra parte da faixa (o trap do segundo verso, o country pop dos versos, o industrial do começo, o techno do pré-refrão…) fosse o refrão talvez até rolasse pela beleza deles no clipe, mas não rolou não…

Time for Me, BerryGood

Berrygood tinha tudo pra acertar aqui. A primeira leva de versos é hipnótica e super agradável de ouvir, com o enfoque no baixo e tudo mais. Mas aí no pré-refrão as coisas começam a ficar meio aegyo Apink meio inespecífico e ficamos nessa até o final (com o obrigatório break de rap no meio, claro). A ponte é tão Apink que a voz dela até PARECE a da Eunji o.o’ Funciona como música feel good, mas o kpop tem tantas músicas boas assim que Time for Me não parece ser memorável o suficiente pra entrar na lista…

Get You Alone, Baekhyun

POR QUE NÃO DERAM ESTA DEMO PARA A TAEYEON?! Ai SM, que decepção, que decepção…

Baekhyun conseguindo me conquistar num single é, claramente, uma surpresa. Get You Alone é ótima em melodia, em letra e em clipe. Tudo se conversa para a mensagem de conquistar a menina e querer um relacionamento aberto, criando um clima levemente sensual, que não chega a ser sexy, mas também não é santo. A faixa é um retrô meio disco, meio synthpop que te cativa logo no começo e te mantem preso neste clima por todos os seus quatro minutos, conseguindo, não soar derivativa da modinha disco!!

Ia ficar ainda mais legal se fosse um single da Taeyeon… Não me conformo!

Love So Sweet, Cherry Bullet

A cada comeback, Cherry Bullet parece mais nugu. Felizmente, desta vez, a música que trouxeram é empolgante o suficiente para lembrarmos delas sozinhas e não como algo derivativo do AOA ou da onda “teen crush” dos girlgroups. Love So Sweet é um dance-pop suave que tem paciência o suficiente para entender que menos é mais. A faixa toca suave sobre nossos ouvidos (o que é sempre uma coisa boa, considerando o tanto de barulheira que temos ultimamente) mesmo com suas influências de synthpop retrô E referências de trap E future bass. Mas nada disso assusta, porque o pré-refrão em assovios é tão mínimo e contido que dá um certo respiro para o nosso ouvido entre uma série de sintetizadores e outro.

Melhor pós-refrão do ano até agora, sem sombra de dúvidas. Boa sorte em tentar tirar o “da da da da da da” da sua cabeça…

Only You, Saturday

Saturday não tem nada demais com sua performance vocal fofinha e adorável, mas elas viraram praticamente as underdogs da Blogosfera no ano passado, então seria um crime não mencioná-las aqui.

Star, Super Junior

Um número de dance-pop retrô vindo direto de 2013 como single da compilação de músicas japonesas do SuJu. É bem gostosinha de ouvir e recomendo dar uma ouvida se você não tem um certo ranço/preguiça do grupo (como eu… -.-‘).

D-D-Dance, IZ*ONE

IZ*ONE jamais vai acabar, aceite.

Não entendi porque agora que a música é legal, não tem um clipe completo em canais oficiais. A faixa traz uma seriedade que eu sentia MUITA FALTA no grupo desde Target. Talvez estivessem esperando algumas integrantes crescerem pra fazer este conceito com todas? Enfim, D-D-Dance é a primeira música divertida do grupo desde 2019, o que já é um grande feito. Com todos os seus suspiros, seus sintetizadores atmosféricos e refrão desafiando os limites do house da modinha, D-D-Dance soa como uma ótima b-side do GWSN, o que é um tremendo de um elogio. Que elas continuem assim nesta reta final do grupo…

Cinema, CIX

Só pela thumbnail eu esperava um clipe super colorido e divertido de assistir. Não foi exatamente o que eu esperava, mas a música trouxe sentimentos mistos. Ela parece uma versão masculina do que elogiei aqui mais cedo do IZ*ONE e do Cherry Bullet, mas ainda assim é soft demais (talvez caia para um lado meio feel good que nem a do AB6IX?), muito pelo fato de eles cantarem de uma forma tão suave que até dá uma desanimada. É quase como uma demo de city pop em que o instrumental gostosinho engole completamente a voz da cantora.

Memory, L (Infinite)

Um integrante do Infinite debutou solo com uma ending de anime slice of life. Nada mais a comentar.

Can We Talk Again, Purple Kiss

Purple Kiss está numa grande novela de pre-releases até debutar, prometendo coisas e entregando outras, tal qual o LOONA em seus tempos áureos. Can We Talk Again é uma midtempo levemente sensual que ficaria perfeita como b-side no EP de Something, do Girl’s Day, ou de Hush, do Miss A. É ótimo ver algo BEM LONGE do que está sendo desovado ultimamente, ainda mais a coragem de fazer isto. Por isto vou ir escutando mais algumas vezes pra ver se curto a música como single, porque, por enquanto, ela parece fraca demais pra ter todo este spotlight, ainda mais considerando o hype de pre-debut.

Forever, aespa

Aespa conseguiu, em seu primeiro comeback, acertar a outra extremidade do espectro de músicas esquecíveis em comparação a seu debut horrível. Eu entendi SM, elas são modelos que cantam. Da próxima vez, pelo menos lança a música de natal no natal mesmo…

Sugar, Kim Woo Seok

Depois de despirocar e sensualizar MUITO em seu debut, Wooseok virou um lolito estiloso cute. Como single, Sugar e seu clipe funcionam muito bem como fotos e conceitos para o Pinterest.

Paranoia, Kang Daniel

Depois do hino de Waves, a minha preguiça pelo Daniel até diminuiu um pouco. Paranoia acerta ao mirar no hino Bbi Ri Bba Bba para entregar algo desconcertante e assustador. As referências de trap e industrial estão aí, mas é bem mais sutil que o esperado, ainda mais com a performance bem fluída e não heteronormativa de psicótico do Daniel. O clipe realmente convence sua temática de pesadelo e faixa em si só reforça isto. Um conceito bem entregado é sinal de um comeback minimamente memorável.

gimme gimme, NCT 127

Estes posts de Fundo do Mar eu geralmente escrevo tudo de uma vez (pra não perder a motivação), escutando em sequencia cada uma das músicas e escrevendo minhas impressões. Quanto mais perto do final da lista vou chegando, menos paciência eu tenho pra escrever sobre músicas que eu só não gostei.

Então tá aí: horrível. Supera as expectativas negativas de música ruim.

DOOM DOOM TA, TRI.BE

As novas queridinhas do Shinshadong Tiger trazem uns rostos de SUPER NOVINHAS e uma mistura doida de aula de zumba, trap e industrial. Como a Rafa do AYO GG pontuou muito bem, é uma derivação do ITZY, cheia de aesthetic pra dar as garotas um ar de “i’m not like the other girls” e uns triângulos do Perfume… Nada demais pra ser bem sincero…

Resultado de imagem para izone dddance

E acho que vou parar por aqui, pelo cansaço e pelo tamanho do post (ficaram DEZESSETE MÚSICAS no total o.o’). Se eu não resenhar coisas como o debut do Kingdom e a parceria de Soyou+Pepsi+IZ*ONE em posts solo, com certeza ela darão as caras num próximo Fundo do Mar (mais curto kk) lá pra começo de Março…

Olha, até que os lançamentos não estão tão ruins quanto eu esperava. Num nível ótimo, tivemos Love So Sweet, Get You Alone e D-D-Dance, de fontes BEM improváveis. Num nível médio, AB6IX, Daniel e CIX conseguiram tirar o gosto amargo de seus últimos lead singles da boca, com o Purple Kiss surpreendendo ao não seguir nenhuma modinha atual em mais um de seus singles de pre-debut.

Ainda acho que faltam coisas mais apocalípticas lançando (de comeback de IMPACTO MESMO, só consigo pensar em três/quatro até agora, o que é BEM POUCO pro ritmo insano do kpop), mas talvez eu só esteja mal acostumado a acompanhar os lançamentos mais de perto (já que a última vez que fiz isso com o blog ativo foi em 2018 @.@’). De toda a forma, foi bom arregaçar as mangas e tirar esta pendência que eu queria fazer pra focar nos próximos lançamentos e nos posts de Album Review e BL Review que tô planejando xD

Muito obrigado por ler até aqui ^^ (ainda mais depois de tanta música kkk)

7 comentários em “Fundo do Mar (18/02): aespa, Kang Daniel, Cherry Bullet, Super Junior, Purple Kiss e mais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s