LOSE, Wonho: Ele poderia estar todo coberto de toga e ainda seria um bop

Wonho é o novo homem objetificado do rolê e isto vem liberando a lascívia de boa parte da internet capopeira (e eu não me excluo dessa kkk). Depois de lançar teaser com a bunda virada pra você, o gostoso musculo está de volta e, apesar de usar e abusar de seu sex appeal e de suas horas na academia, LOSE está longe de ser um clipe para se assistir no mudo…

Conforme Wonho vai ficando mais musculoso a discussão referente a sua carreira solo consiste em se ele ainda é um gostoso ou “passou do ponto”. O que é pode ser um reflexo tanto de sua música ser tão horrível ao ponto de ninguém querer escutar quanto de sua música ser tão boa que ninguém nem se esforça pra criticar. Felizmente, o caso é o último, com LOSE conseguindo MELHORAR tudo de bom que o debut do Dono dos Maiores Peitões Masculinos do K-pop trouxe.

O novo single do Bundudo segue a linha de Open Mind, apostando em um R&B sensual que lembra NA HORA os trabalhos mais sexy do Taemin. Porém, de forma mais efetiva, a faixa traz um caráter mais dramático e melancólico, carregando versos contidos que constroem uma expectativa muito mais próxima de uma balada do que de um dance-pop. Esta impressão se quebra depois do primeiro refrão, na qual o baixo está gravíssimo no fundo, marcando a melodia da mesma forma sombria e sensual que marcou o lançamento da Sunmi desta semana. O refrão é cantado em inglês e segue mantem nesta linha dançante e reflexiva, contribuindo muito para o replay factor.

Aí quando veio os violinos disco antes do último refrão eu já tô deitando pro single sem nem ao menos contar o fator biscoitagem abdominal do clipe.

A letra fala sobre se perder no afeto de outra pessoa (representada pelas cenas em que ele interage com uma atriz entre uma biscoitagem e outra) e como isto leva a uma perda do auto controle que é assustadora… E prazerosa. O clipe termina com a atriz ganhando do Wonho e ele cedendo a tudo, numa cinematografia invejável (só não coloquei como imagem principal do post por achar que a biscoitagem chama mais a atenção kkk).

É interessante que em Open Mind, o Capitão Coreia da Men’s Health era o arauto deste cenário de perda de controle, convidando o ouvinte a se perder dentro de sua própria lascívia. Agora, terminando a segunda parte de seu full album de debut, ele mostra o lado oposto, no qual personifica esta própria perda de controle.

É um tema interessante e bem delicado de se tratar, considerando o quanto a sociedade é conservadora e o quanto a biscoitagem sexy pode soar vazia de significado. Este convite luxurioso do Grandão consegue incomodar justamente por ativar esta parte do desejo sexual mesmo e pontuar o quanto isto é um caminho obscuro em ambas as letras. É incrível o quanto ele consegue usar seu próprio corpo padrãozinho (pro ocidente né? Porque pra Coreia ele já deve ser considerado musculoso demais) para ampliar o significado do tema que está abordando.

E, claro, um homem musculoso (característica sinônima de virilidade) cantando fininho, de forma frágil, enquanto rebola tanto quanto uma integrante do AOA é algo muito legal de ver, pela própria quebra de expectativa.

Sobre o álbum, não consegui escutar tudo ainda (tô tentando terminar o post o mais rápido possível porque se não só vou conseguir postá-lo lá pras 22h da noite @.@’), mas, pelo que ouvi, ele já parece mais experimental e diverso que o primeiro, o que é sempre uma coisa boa.

WONHO - Love Synonym #2: Right For Us Lyrics and Tracklist | Genius

Com LOSE, Wonho se consolida além de sua imagem de Grande Gostoso. Ao trazer um bop dançante muito bem produzido e executado, ainda mais com reflexão e caráter afrontoso como pano de fundo, o Mr. Músculo tem tudo para ser um dos solistas masculinos mais apelativos E conceituais desta nova geração. Eu curto toda a biscoitagem, vou mentir não kkkk, mas ver que o lançamento traz algo além disso é gratificante e, querendo ou não, é o que vai fazer LOSE ir se repetindo no meu Spotify conforme o ano passa…

7 comentários em “LOSE, Wonho: Ele poderia estar todo coberto de toga e ainda seria um bop

  1. “enquanto rebola tanto quanto uma integrante do AOA” kkkkkk morri
    Ainda bem que o Wonho apareceu, pois ficaremos sem Taemin por um tempo e o kpop já estava precisando de mais um Idol que não segue a formula “Oppa-fodão-traficante”

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s