LILAC, IU: A primavera CÍCLICA de nossas vidas

Com a promessa de revirar o mundo do k-pop com um lançamento de um novo full album para comemorar seus futuros trinta anos (na idade coreano), IU prometeu que estava gastando mais dinheiros na produção das músicas, o que, infelizmente, não significou uma coisa muito memorável em seu pre-release… Será que o lançamento principal vai seguir pelo mesmo caminho?

A IU é um caso bem interessante dentro da indústria. Depois de tantos lançamentos ainda no topo dos charts e controle criativo total sobre sua carreira, ela consegue variar entre experimentar coisas novas e lançar a baladinha que o coreano médio curte ouvir, refletindo sobre a própria carreira no processo (quando ela tá afim). Mas, para mim, os singles da IU sempre funcionam melhor quando ela tira um pouco a máscara de idol e fala sobre si mesma, sua carreira e sua persona pública. Foi assim em 23, em Palette, em BBIBBI, em Love Poem (na teoria, porque a música em si ‘-‘) e, felizmente, é assim novamente em LILAC.

Afinal, que ela tem cara de quinze anos e tem uma voz doce super afinada nós já sabemos… Há 13 anos. Quando ela lança coisas com menos cara de “pessoal” eu simplesmente não consigo curtir do mesmo jeito. É uma ótima forma de ganhar dinheiro claro (Eight mesmo ganhou muito na Coreia e na China), mas não parece que é a IU sendo a artista que ela é (o mesmo vale para quando a Utada lança alguma coisa para Kingdom Hearts ou Evangelion).

Neste sentido, LILAC é uma ótima quebra dos últimos lançamentos mais comerciais dela. Tem tudo que a IU foi aprendendo a fazer desde 23, refletindo ainda mais como ela se sente sobre o envelhecimento, a maturidade e como a própria cresce em neste processo.

O trem do clipe é uma grande referência para a década de 20 a 29 da IU com o público. Cada estação representa um lançamento (com a data do lado ainda, pra agradar as mais virgianas) e a impressão que dá é como ela foi passando por todas estas experiências crescendo enquanto pessoa e artista. Afinal, tem UM BOCADO de coisa diferente nesta trajetória: tem álbum de covers, tem feat super faturado, tem invencionices sonoras, tem polêmicas com o público coreano e por aí vai. Dentro do trem, ela procura mostrar como esta época foi de festividades (afinal foi quando ela adquiriu independência artística) e como também teve suas provações, pela cena em que ela aparentemente tomou uma surra (como não esquecer de todas as polêmicas que permearam o lançamento de CHAT-SHIRE? Ou de como ela foi criticada pelas atuações em The Producers e Scarlet Heart: Ryo?).

Ao fim da década, as experiências ficam na memória e terminam (como representado na MARAVILHOSA cena animada parecendo uma tela de pintura – lembram que ela falou que gosta das cores em paletas de pintura em Pallete?), como tudo na vida, abrindo a oportunidade para um novo trem (o da década de 30 a 39) surgir com novas experiências, provações e aventuras.

É uma linguagem visual delicada, sutil e extremamente bem feita, como esperado da equipe criativa da IU em sua melhor forma (tanto até que falei do clipe antes da música, algo que nunca faço kkk).

Quando a música e a letra, existe uma certa complementação que, apesar de não se ligar diretamente com o clipe, é algo que consegue dar mais uma camada a esta jornada.

LILAC mira um pouco no retrô inespecífico, pegando referências de vários estilos passados diferentes e entregando algo diferente. Temos um pouco de synthpop oitentista no baixo, um pouco de city pop, um pouco de disco e por aí vai. É uma faixa extremamente alinhada com as modinhas atuais, ao mesmo tempo que não soa necessariamente genérica ou repetitiva. Isto porque o instrumental é recheado de vários elementos diferentes, que se alternam antes que possamos associar o baixo a um lançamento da Sunmi ou o saxofone a alguma diva japonesa do city pop.

E, em cima de todas estas camadas (agora consegui sentir o “gastar mais dinheiro na produção das músicas”), temos a voz doce e fininha da IU, dando um caráter primaveril a faixa, como ela fosse mesmo uma versão sonora de um ventinho de primavera, que carrega as pétalas das flores pela rua. O que, na letra, é a analogia utilizada pela IU para representar seus vinte anos (uma referência ao álbum de covers The Spring of Twenty, que tá na imagem aí em cima), descrevendo-os como uma época mágica, épica, linda e já nostálgica, porque esta se encerrando. Porém, diferente de coisas como Aoharaido (“a primavera de nossas vidas”, tá bom… -.-‘), IU deixa claro como esta é apenas MAIS UMA de suas primaveras, expressão que também é usada para expressar quantos anos de vida você tem.

Ao terminar o clipe dizendo que a primavera sempre retornará, ela foca no lado positivo de entrar em uma nova fase da vida, além de, claro, trazer uma mensagem positiva de melhores tempos (que pode ser muito aplicada ao contexto atual da COVID… não acredito que foi uma mera coincidência conseguirmos interpretar desta forma).

Aparentemente vai ter um segundo single amanhã, então vamos deixar os comentários gerais sobre o álbum pra amanhã também… Mas, claro, como todo álbum da IU é metade criatividade pura e metade baladinha padrão coreana.

Bem que ela tentou no comecinho do ano, mas a IU não conseguiu deixar um aniversário desses passar com uma faixa insossa ou genérica. É incrível como ela sempre tenta se reinventar de alguma forma de tempos em tempos (mesmo que não seja com algo super agressivo) e sempre deixa muito claro que está falando de SI MESMA ESPECIFICAMENTE (algo que, no k-pop, é raro, ainda mais pra um ato tão mainstream). LILAC é uma faixa leve, agradável e bem produzida que consegue brilhar ainda mais pela mensagem que traz, o que, assim como Palette em 2017, renova a imagem da cantora comigo, mesmo sem eu achar que o single seja O Hino do Ano ou algo do tipo.

Um comentário em “LILAC, IU: A primavera CÍCLICA de nossas vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s