Do Re Mi Fa Sol, Park Bom (feat. Changmo): Rumo a um novo futuro?

Eu sei, seu sei… A música do WJSN está muito mais empolgante e criativa pra fazer um post solo (até pelas tretas com a Mnet). Mas é a Bom… Como não fazer um post solo da volta da Park Bom depois de ela ter SUMIDO por todo 2020?

A Bom tem uma estória muito tocante dentro da indústria. Inclusive, mantido os respectivos paralelos, ela pode ser considerada a “Jessica” do 2NE1 (em termos de polêmica injusta e de ter a carreira musical sabotada por conta disso), só que sem uma marca de bolsas rendendo dinheiro todo mês. Ela já passou por poucas e boas, viu tudo de ruim que a indústria pode fazer com uma idol (afinal, chamaram ela de “traficante de drogas” sendo que ela estava tomando remédio pra depressão) e, pra piorar tudo, era gerenciada pela YG, então ficou no porão até sair da empresa e conseguir se colocar no lugar novamente em 2019.

Neste ano, com a linda Spring (toda metafórica e tudo mais), um mini-álbum, um repack, uma participação no Queendom (com uma das apresentações mais gatilho pra blackjacks por aí) e um single de Natal com a Dara, parecia que tudo estava nos eixos para ela se manter cantando e conseguir ganhar dinheiro o suficiente pra comprar uma casa melhor pros pais (que é o sonho dela… Olha isso, mano…). Só que em 2020 ela DESAPARECEU.

Não sendo uma pessoa de redes sociais (diferentes de outras solistas por aí), Bom parecia realmente estar em meio a outro grande hiatus em sua carreira, justo quando tudo parecia estar dando certo. Felizmente, demorou menos do que eu imaginava e ela está se mostrando bem sincera e tranquila com o contexto musical. Entre mais algumas crises, perda de peso e, novamente, necessidade de se reencontrar, ela voltou para os holofotes, se mostrando mais confortável consigo mesma, conseguindo umas parcerias pra ser garota propaganda, tirando fotos com a CL, a Dara e a Minzy e, claro, lançando música nova.

Primeiramente, eu queria dizer que mal conheço, mas adoro o Changmo. Parece que a única coisa que o cara faz na carreira é feat pra cantoras solistas e um músicO no k-pop ter este tipo de direcionamento é bem legal (quando que um cantOr costuma fazer parceria com uma cantora além dele e do Dean?).

Do Re Mi Fa Sol não chega a ser uma power house como You and I, Don’t Cry, Spring, 4:44 e Wanna Go Back (a tristeza da carreira solo… só nessa linha já listei todos os singles desde 2010!!!!). Então, depois de uma pequena decepcionada por não sentir aquele avalanche de emoções pela força dos gritos da Bom, percebi que dá pra analisar a faixa de um ângulo menos negativo, porque, no fundo, a melodia e a construção do single segue qualquer demo pseudo-acústica/pseudo-trap que anda por todo mundo na playlist k-indie do spotify. A única diferença, na real, é a Bom que tá cantando, então o resultado final tem um pouquinho de diferença pelo timbre dela ser meio único no contexto capopeiro.

Porém, além disto, a faixa se encontra bem mais atualizada no tempo. Por mais que eu ame, todos os singles da Bom de 2019, é inegável que todos eles mantêm a sonoridade que ela tinha na YG há já UMA DÉCADA ATRÁS. A única faixa que realmente fugia um pouco deste apelo nostálgico (a própria Hwasa no Queendom ficou emocionada com as apresentações da Bom, porque lembrava o tempo de colegial dela) é album track Shameful (ótima nível Rollin’, por sinal, também produzida pelo BraveBrothers). Ver ela desapegando um pouco das baladas eletrônicas que lhe eram tão características por tanto tempo, pode significar um passo na direção de algo mais independente, mais focado na Bom de hoje e não na de dez anos atrás.

A letra (que sempre foi um ponto forte em todos os singles dela) chega a ter menos poder e caráter personalíssimo que as anteriores. Tem uma mensagem motivacional aí pra sermos mais gentis conosco, mas tá de uma forma tão genérica que é melhor interpretar como uma faixa romântica entre ela e o Changmo. Porque umas frases (que até aparecem no clipe) são mais aesthetic de Pinterest do que qualquer outra coisa.

O clipe é lindo (eu amo que a Bom adora mostrar as pernas e sempre vai nesse comprimento de vestido, não importa o mood), mas não chega a trazer nada demais além da Bom divando em sua plenitude e um pavão em cima de um piano. Ela parece mais confortável que nos outros, verdade, mas senti falta de algo mais profundo.

Park Bom (박봄) - Do Re Mi Fa Sol (도레미파솔) Lyrics » Color Coded Lyrics |  Lyrics at CCL

Na real, o que mais me incomodou foi a falta de profundidade no lançamento como um todo. A música podia seguir o ritmo que fosse, se mantivesse a introspecção que ela trouxe em 2019. Eu espero que, assim como a CL em In The Name of Love, a partir deste lançamento mais genérico e atualizado, a Bom possa estar, finalmente, criando um futuro sólido pra sua carreira, ao invés de viver das migalhas do 2NE1.

Quem sabe este não é só um pre-release? Seria legal se ela lançasse um EP esse ano…

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá se quiser acompanhar surtos e comentários aleatórios de k-pop e BLs, com tweets ocasionais de artes e reflexões político filosóficas: @AquarioHipster

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s