Son of Beast, TO1: Novinhos querem montar na sua garupa… com força

TO1 (o antigo TOO) é a definição de uma boyband com azar. Tiveram de passar por um reality show de pre-debut, debutaram com uma música horrível, só pra ir para OUTRO reality (Road to Kingdom) e serem massacrados pelos mais experientes. Como se não bastasse, sem nem ter um ano de existência, a empresa e a gravadora que gerenciavam eles começaram a brigar entre si pela responsabilidade de cuidar do grupo, gerando um atraso em cronogramas e na mudança do nome do projeto. MESMO COM TUDO ISSO, eles conseguiram entregar a segunda melhor música pós-Road to Kingdom e pegar a posição 31º no TOP de 2020 (os meninos são porreta mesmo…). Claro que eu estava no hype quando anunciaram comeback…

Ao invés de voltar para o try-hard e serem esquecidos ou continuar no aegyo retrô e se destacarem, o comeback/”re-debut” do grupo vai na via oposta a ambos os conceitos anteriores e cai numa nova onda que está se tornando cada vez mais comum entre homens no k-pop: um deep house safadíssimo. Neste ano, NU’EST, AB6IX e o carinha do Seventeen apostaram nisso e acertaram, então, sem sombra de dúvidas, os novinhos conseguiram trazer um single bem memorável também.

Diferente dos outros que mencionei, entretanto, Son of Beast se esforça mais para gerar impacto, com um refrão bem mais recheado de elementos, muitos mais gritinhos, um encerramento criativo (eles repetindo as frases em inglês enquanto sentam no chão ficou muito icônico) e uma coreografia bem mais diferençável do típico perfeccionismo na sincronia dos membros. Este ganho, por sua vez, também vem com suas perdas, na forma de um break de rap no segundo verso, que destoa do resto da faixa e quebra sua progressão.

Assim, numa espécie de equilíbrio, a faixa, em si, se iguala as outras em competência e replay factor. Se ela vai se tornar a mais forte deste estilo até o final do ano, só o tempo irá dizer…

Apesar de não ter um clipe recheado de efeitos visuais (é basicamente um/dois galpões com luzes no fundo e um carro), o clipe se destaca entre os outros. Não por ter algo visualmente impactante ou sexualização de algum integrante, mas sim porque esses rookies de 17 a 21 anos estão sugerindo umas coisas bem safadas na execução da música. A grande maioria é maior de idade, então tá de boas, mas que fica uma sensação estranha fica kkkk Geralmente números assim vão para atos com mais tempo na indústria. Talvez porque o homem mais velho é mais desejado pelas mulheres na Coreia mesmo (tem toda uma questão envolvendo o termo “oppa”, mas isto é assunto pra um post específico). É interessante e até diferente ver algo mais sexy por um grupo masculino que ainda é rookie… Não lembro de nenhuma boyband de grande impacto já cair nessa tão rápido, o que pode significar uma onda bem forte de coisas menos masculinizadas vindo aí (até como resposta a onda super-masculina que o try-hard propaga).

Eles voltaram com um EP bem recheado, cheio de faixas e até uma versão em inglês do single. Pra mim, a única música memorável é a versão em inglês mesmo, mas, se você curtir sons mais típicos de boybands, vai encontrar pelo menos alguma faixa que te agrade. Eles apostaram EM TUDO nesta tracklist (tirando o aegyo) e trouxeram de uma forma organizada e coesa pro comeback. Reconheço que é um álbum bem montadinho para o público de boybands, mas não é pra mim não kkkk

TO1 on Twitter: "TO1 | Digital Album Cover THE 1st MINI ALBUM [RE:BORN]  2021. 05. 20 6PM (KST) Son of Beast 【Title】 #TO1 #티오원 #REBORN #SonofBeast  #티오원_내맘을_깨워깨워🕕 https://t.co/4WmKtSUw1l" / Twitter
Segundo comeback desse ano que aparece essas botinas… Só tá aumentando minha vontade de ter uma

É muito curioso como o conglomerado da CJ E&M decidiu abordar todas as confusões que envolveram o grupo em seu primeiro ano de vida. Vendo que o try-hard não os levaria a nada depois do Road to Kingdom, decidiram ir na contramão e se destacaram de todo mundo no processo. Com as polêmicas envolvendo a responsabilidade da gravadora e a troca do nome, decidiram abordar o comeback como um re-debut e dar vazão para uma nova mudança de conceito, além da criação de uma subsidiária específica para eles (Wake One Entertaiment).

O guarda-chuva do conglomerado é bem grande e diverso, indo desde a Amoeba (casa de pseudoindies como a HA:TFELT) passando pela H1GHR e a AOMG (casas de rappers comandadas pelo Jay Park) e chegando na Swing (que gerenciou os grupos formados pelo Produce e, desde fevereiro deste ano, co-gerencia o A.C.E). Com isto, dá pra ver como estão dando a devida importância para estes rookies se destacarem da multidão de debuts. E isto tem tudo para fazê-los ser uma boyband bem sólida no futuro.

Mas Contudo Todavia Porém, analisando apenas este comeback, acredito que o resultado ficou aquém do esperado, apesar da música ser legal e bem executada. Count 1, 2 foi uma faixa tão DIFERENTE do que as boybands entregaram ano passado que, se eles se mantivessem mais um pouco nessa onda mais pro aegyo (ou só mais pro retrô mesmo) poderiam se diferenciar muito mais de todos os outros no mercado. Agora, apesar de não ser tão mainstream já dá pra associar o estilo a outros três atos muito mais consolidados que eles, fazendo-os voltar para o segundo plano dentro do mar de boybands capopeiras…

P.S: A HEIZE LANÇOU MÚSICA BOA HOJE!!! EU NEM ACREDITO… Comentarei no Fundo do Mar, mas fiquei CHOCADO e tinha de registrar isso hoje no dia do comeback kkkk

TO1 farão 1º Comeback com o Novo Nome em Maio 2021 - ptAnime

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá se quiser acompanhar comentários aleatórios de k-pop e BLs, minha “stream” textual jogando Pokémon e tweets ocasionais de artes: @AquarioHipster

2 comentários em “Son of Beast, TO1: Novinhos querem montar na sua garupa… com força

  1. Eu adorei a música e preciso ver a tradução depois, mas menino essa coreo tem tanta passada e estragada de mão um no outro que eu fiquei passado kkkk

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s