Fundo do Mar (18/07): SF9, Kim Woojin, NiziU, ENHYPEN, DIA e mais…

Depois de ficar esta última semana correndo com os trabalhos da faculdade, estamos de volta com mais um Fundo do Mar (sorte que a semana no k-pop foi menos agitada, então nem teve tantos atos famosos assim kk). Eu, geralmente, faria um post GRANDÃO pra ficar em dia com a Nugulândia, mas, depois do trabalho que deu o último Fundo do Mar gigante que fiz, resolvi perguntar no twitter se era melhor um post maior e dois menores… E, de acordo com 16 de vocês (muito obrigado por votarem 💖💖), posts menores eram uma opção melhor… Então, vamos começar a primeira parte neste comecinho de semana?

Excuse Me, BXK

Uma boyband com um nome tão vergonha alheia quanto Boys X Kings tinha tudo pra lançar outra vergonha alheia toscovilhosa que iria pra playlist na ironia e ficaria legal de verdade até o final do ano… Infelizmente, temos mais um daqueles números de raps forçados e sintetizadores pesados típicos das boybands de hoje. Uma referência de rock até que tenta fazer uma diferença aí, mas não salva a faixa de cair no genérico que aparece toda semana…

Right Through Me, DAY6 (Even of Day)

Eu não entendo muito bem a existência dessa unit pro DAY6 (nem dá pra dizer que é com os favoritos da JYP, porque o Jae tá aí), tanto que, apesar do EP de debut deles ano passado ser bem competente, eu não consegui escutar mais de uma vez… Agora eles estão surpreendentemente de volta, com mais um número calmo e melancólico como single. Right Through Me consegue ser melhor que a palhaçada que a banda completa teve como single este ano, mas, nesta onda de soft rock melancólico, eu prefiro dar replay no EP do ONEWE…

Não sei você, mas a imagem do DAY6 já ficou meio saturada pra mim nessa onda mais safe. Eles tinham muito mais pulso e ousadia nos singles anteriores…

Together, Kyuhyun (Super Junior)

O cantor de baladas genéricas do Super Junior bateu ponto mais uma vez, só que agora com uma balada mais animadinha porque é verão na Coreia… Tão esquecível e genérico como qualquer coisa que ele já lançou. Só tá aqui na lista porque 1. sempre bom achar lançamentos criticáveis relacionados ao Super Junior e 2. o carinha que faz o mocinho do clipe é um ator bonitinho que gosto (ele até já fez par com a Krystal num dorama).

Tear Drop, SF9

Os favoritos de todas as gays que estavam com paciência pra ver o Kingdom tiveram seu primeiro comeback pós-programa. Felizmente, a participação num reality cheio de faixas ruins, genéricas e barulhentas não afetou a qualidade dos singles do grupo, que segue sendo o sucessor espiritual do Nine Muses nessa geração. Tear Drop segue na linha de ballroom chique que marca os lançamentos do grupo a quase dois anos, num instrumental deliciosíssimo conforme eles são tristes com tesão enquanto a câmera que fica girando a todo momento.

Como eles apostaram nisso antes de virar tendência entre atos masculinos, me parece que o grupo tem mais propriedade pra lançar este tipo de música sem soar genérico ou derivativo. O resto do álbum tá bem gostoso de ouvir também, nada tão destacável quanto o single, mas funciona de forma coesa e bem melhor que 90% dos álbuns de todos os outros machos neste ano…

Netizens are divided over SF9 member Taeyang's outfit for the performance  of the new track "Tear Drop" | allkpop
E algumas escolhas de figurino foram bem… interessantes 👀

Super Summer, NiziU

Eu sempre esqueço que o NiziU existe e a JYP não ajuda muito. Super Summer parece um aegyo tentando soar kawaii e não conseguindo ser nenhum dos dois… Pelo menos o golfinho da capa ficou bonitinho…

Veronica, ONEWE

A RBW Entertaiment está fazendo certo e, aproveitando que este é o melhor álbum do ONEWE desde o debut, começou a dar apresentações gravadas para as album tracks e chamá-las de clipes. Veronica, com certeza, foi uma escolha PERFEITA pra isto, já que é a minha faixa preferida do EP deles. O nome incomum pro k-pop, os tecladinhos que parecem trilha sonora de anime sci-fi, a poc que toca o tecladinho sendo o menos hetero-normativa possível… Se você ainda não deu uma chance pra Planet Nine: Alter Ego, tá perdendo um dos melhores EPs do ano, com toda a certeza…

I Got A Feeling, Coogie

A cota de k-hip hop de sempre, desta vez com um cara chamado Coogie cantando de ponta cabeça numa pista de hóquei. Por mais que o clipe seja interessante (e me lembre um trabalho de arte bizarro que vi numa matéria da faculdade esses dias), a faixa é um trap SUPER-GENÉRICO e repetitivo DEMAIS. Fico imaginando se alguém que acompanha o blog curte os carinhas de k-hip hop e aguenta ver eu criticando um deles toda semana kk

Indigo Ecstasy, MAKTUB (feat. XenomiX)

Eu sabia que isto seria bom só pelo nome. Por mais que MAKTUB seja um carinha de OSTs, eu sabia que ele não ia desperdiçar um nome tão criativo e místico como “Êxtase Índigo” em uma baladinha genérica. A faixa é um daqueles números chill cheios de textura que usa e abusa da capacidade vocal dele enquanto vai enriquecendo os elementos do instrumental. Ótimo pra escutar em manhãs frias.

Hello, Summer, MIND U

É uma baladinha bem sem-graça no violão? É! Mas olha que desenho bonitinho esse que tá no lyric video!!! >_< Fofo demais!! É impressão minha ou o setor mais calminho da nugulândia tá apostando em ilustrações pra diferenciar seus singles da manada? Eu, como artista visual em formação, não estou reclamando 👀

RE-MAIN, ENHYPEN

AMO que o Enhypen resolveu debutar no japão cantando o tema do anime mais BOIOLA da temporada kk Ou vai me dizer que a temática de polo aquático não é só uma desculpa pra ver um bando de homem em 2D de sunga?

RE-MAIN é seu típico rock japonês, só que numa pegada mais sutil e veranesca para combinar com a temática e clima do anime. Simples, efetivo e bem-feitinho, já tem morada na playlist de 2021 (e talvez eu até dê uma conferida no anime depois que terminar Fairy Ranmaru…).

Yes I Know, Yebin (DIA)

O DIA não poderia estar numa lambança completa de gerenciamento se não tivesse um debut solo aleatório no meio, né?

Yebin tá linda e pacífica aqui, me lembrando positivamente da Barbie Butterfly. A música até tenta ser um pop acústico lembrável e mira em tema de animação de fada/princesa da Barbie ou da Tinker Bell… Uma pena que a vozinha dela não segura a faixa até o final (tá forçando açúcar DEMAIS kk)

Can I Love Again, Baek ZYoung & Lee HongGi (FTISLAND)

Baek ZYoung é uma cantora da época que solistas reinavam na Coreia, deixando-a com mais de vinte anos de carreira nas costas… Mas, né, é até meio triste ver estes atos agora, porque tudo meio que caiu pra umas baladonas sem graça porque casou, virou mãe e deve ter uma pressão do público se fazer qualquer coisa que saia do papel de “boa esposa e mãe”… Ou ela só gosta de baladinhas assim mesmo e nem tenta… x.x’

Good Vibes Only, GIRLKIND

Lembram do GIRLKIND? Eu também só lembrava vagamente (até porque, mano, elas tão aí desde 2018 e tem uns quatro singles no máximo…), mas vale a pena refrescar a memória, porque Good Vibes Only é um retrôzinho moderno super gostoso de ouvir, com inspirações de eletrodisco e leves toques de trap. Estaria em casa na discografia do Weeekly e do STAYC e, sinceramente, bem que isto poderia dar um pouco de spotlight pra elas, porque tão precisando…

US, JongUp (ex-B.A.P)

B.A.P é um grupo que eu gostava visualmente, mas nunca parei pra me mergulhar na discografia (achava GENIAL aquele mascote meio coelho que eles tinham…). Mas um deles tá aí sem o cabelo loiro e com mais um lançamento veranesco pra encher o catálogo coreano. US é simples em proposta e quase escorrega com as influências de trap, mas a melodia com enfoque no baixo é tão gostosinha que dá pra chegar até o refrão super chiclete com seus darum darum EU darum darum NÓS. JongUp parece não se decidir se quer ser um mano do rap ou um solista sexy e, por incrível que pareça, esta mistura de dois polos opostos trouxe uma faixa que não só funciona como vai ficar mais lembrável que muito single sexy por aí…

O EP não chega ser tão legal como o single, sendo destacável apenas o dueto com a Yunhway que já tinha sido single ano passado.

Still Dream, Kim WooJin (ex-Stray Kids)

Caso você esteja no k-pop há pouco tempo, saiba que o Stray Kids tinha mais um integrante (um vocal coitado, então ele sair nem fez muita diferença pro line-up) e que ele saiu do grupo em 2019 por “motivos pessoais” sem ninguém ter certeza até hoje do que aconteceu. Saiba também que, no ano passado ele foi acusado de assédio sexual só pra polícia coreana descobrir que isto foi INVENÇÃO de um perfil BRASILEIRO de anti-fã.

Dá meio dó desse menino, sério. Ele já deve ter saído da JYP meio boicotado porque, com certeza, foi quebra de contrato, aí, quando o rolê tá se reestabelecendo, vem brasileiro sem-noção inventar coisa em cima de algo muito sério dentro da indústria coreana envolvendo o nome dele…

Este ano ele se reergueu de verdade e debutou solo com Still Dream. A faixa é um número bem dramático falando sobre superações enquanto ele faz dança interpretativa de cropped. É o tipo de faixa que eu gosto dentro do contexto de um álbum e, infelizmente, só temos um single até agora… Vou esperar pra ver se não surge um EP que nem aconteceu quando o Wonho lançou Lose ano passado, porque eu gostei muito da ideia mais “desconstruída” de performance dele aqui e acho que pode render umas coisas bem legais conforme ele for amadurecendo como artista.

E fechamos a primeira parte da lista com 15 músicas!! (decidi colocar este máximo pra não ficar muito grande enquanto eu caço os meandros da Nugulândia kkk) Se tudo der certo, entre quarta e quinta eu já post a segunda parte (com os lançamentos da MINZY, The Boyz, ATEEZ, HA:TFELT e etc…). Estou um pouco chocado que estamos NO VERÃO LÁ e não tem muitos lançamentos programados (seria por causa das Olimpíadas??), de toda forma, foi bom porque não ficou muita pauta acumulada enquanto eu resolvia os trabalhos da faculdade kk

Kim Woojin drops MV for pre debut single 'Still Dreamin' and it will bring  you to tears | PINKVILLA

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá se quiser acompanhar comentários aleatórios de k-pop e BLs, e tweets ocasionais de artes: @AquarioHipster

11 comentários em “Fundo do Mar (18/07): SF9, Kim Woojin, NiziU, ENHYPEN, DIA e mais…

    1. Que eu saiba é pré release, o mini sai em agosto. E eu sou curiosa até hj pra saber o motivo da saida repentina da JYP e aparentemente o líder do Stray Kids deu umas alfinetadas nele em uma live um tempinho depois q ele saiu. Ódio q o mundo do kpop é cheio de fofoca tudo no sigilo.

      Curtido por 2 pessoas

      1. Eu só penso que deve ter sido algo meio grave, pois eles não iriam chutar ele dessa forma, até mesmo se fosse coisa de bully, só afastariam ou deixariam de lado.
        Acredito que ele de fato tenha tentando algo com alguma menina. Ou tenha descido no soco com algum integrante e daí ficou climão, sei lá.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Sobre esse rolê eu lembro de quando a HyunA saiu, ninguém nunca soube nada e nunca saberá direito (tem o rolê da doença e tals, mas dois anos depois ela debutou na Cube como A ESTRELA kk)… Acho que com o Woojin vai ser a mesma coisa

        “Fofoca pela metade quase mata a fofoqueira” kkkkk

        Curtir

  1. Menino, eu ia morrer sem saber do debut do Woojin!! Enfim posso ressuscitar minha fanfic pra ver se ele ou o Wonho que vai se tornar na HyunA-homem.

    Spoiler: o Wonho vai vencer essa batalha.

    Curtido por 2 pessoas

  2. o rolê do woojin pode até ter sido provado falso mas o fato de que quando essa acusação estourou ele tentou dar a volta por cima usando de uma acusação séria pra se promover e dizer que iria debutar em breve não deixou a melhor das impressões, sinceramente… fora uma lambança que foi feita também tentando limpar a barra dele na época que pareceu muito um controle de danos mal feito e só piorou pro lado dele (principalmente pra stay que não ia com a cara dele quando ele tava no grupo e dali em diante foi feita a caveira dele pra comunidade inteira). até hoje ninguém realmente sabe o pq dele ter saído mas como alguém já disse aqui, pelas indiretas do bang chan deve ter sido algo tenso

    Curtido por 1 pessoa

      1. cara, que eu lembro acho que não foi não, até pq não cheguei a ver esse documentário mesmo sabendo que fizeram ele, pq no dia mesmo que rolou esse boato ainda tavam rolando especulações de quem poderia ser pq a pessoa só tinha falado que esse idol tinha woo no nome e era da big3 aí ele surgiu dizendo que não aconteceu nada daquilo e que ele nem conhecia a pessoa. só que aí isso surtiu o efeito contrário pq aí todo mundo começou a suspeitar dele pq até aquele horário a pessoa não tinha nem falado nome de ninguém nem de lugar nenhum…

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s