You Can’t Sit With Us, Sunmi: Se Rendendo ao Artsy da Geração Z

Depois de muito ralar e conseguir ser aclamada pelos capopeiros novinhos ao ponto de garantir uma vaga como jurada no Girls Planet 999, Sunmi FINALMENTE veio com um lançamento em que lança um álbum ao invés de um single. Muita expectativa estava girando em torno disto, principalmente por teasers mostrando zumbis (o que eu acho bem comum pro k-pop, na real), e, hoje, no finalzinho das olimpíadas, fomos agraciados com o lançamento:

Eu gosto da Sunmi, mas sempre acho ela hypada DEMAIS pelo pessoal mais novinho e mainstream do k-pop do nosso lado do globo. Ela aparece em várias listas por aí só pra “preencher a cota” de um lançamento feminino em meio a várias boybands hypadas demais… E, em You Can’t Sit With Us, fica nítido que ela sabe muito bem disto.

O clipe é puro suco do feed do Pinterest de qualquer pessoa com menos de dezoito anos: referências ao aesthetic retrô dos anos 90 e 2000 tudo bagunçado, com menções a filmes da mesma época como Meninas Malvadas (no próprio TÍTULO da música) e From Dusk Till Dawn, momentos printáveis com legenda amarela, dancinha de tiktok, break de rap sem rap “emponderador” e por aí vai… Isto é meio decepcionante, simplesmente, a Sunmi NÃO PRECISA desse filtro pra vender sua música e seus visuais (e não é só dessa geração não que tem essas coisas… Quando eu era adolescente, tinha este mesmo tipo de onda amorfa genérica, só que, ao invés de Pinterest e “retrô”, era Tumblr e uma pegada otaku ou futurista de papel alumínio kkkkk).

Mas Contudo Todavia Porém, tirando esta primeira camada bem genérica e lugar comum (nugus americanos tem clipes com estes mesmos elementos do mesmo jeito pra você ter uma noção), alguns pontos positivos se sobressaem e são ELES que deixam o lançamento impactante e além a corrente adolescente atual. Pra começar, temos o synthpop que Sunmi sempre oferece, com o twist da vez nos sininhos (adoráveis, atmosféricos e bem leves pro verão mesmo) e o refrão majoritariamente em inglês (que ajuda um pouco no replay factor). Apesar dos dois cortes cinematográficos do clipe atrapalharem um pouco na hora de curtir a música, foi bem legal ver gritos e SANGUE num clipe de zumbis. Temos uns dois todo ano na Coreia (é cultural deles, como eu disse no post do Golden Child no começo do ano), mas acho que é a primeira vez que temos violência gráfica DE VERDADE e umas gotinhas vermelhas pingando aqui e ali. Bem legal (não sei como a Coreia não censurou isto).

No álbum, se por um lado FINALMENTE temos a épica Boderline disponível nos streamings, eu confesso que senti falta de uma reciclagem… pporappipam, TAIL e What The Flower poderiam estar nele tranquilamente (e vou juntar tudo numa playlist no meu Spotify, porque tudo combina). E não entendi o 1/6 no título (a música de mesmo nome tem uma letra bem legal, mas também não dá pistas porque se nomeia como uma fração).

Sobre as novas músicas, todas trazem um lado mais veranesco pra Sunmi, apostando em suas próprias versões do Summer EletroHits de agora, com influências de city pop (1/6), dancehall (Call e Narcissism) e eletrodisco (SUNNY). É um álbum sólido, bem feito para o momento sasonal do verão, que merece uma Album Review com calma analisando as letras e tudo mais (vamos ver se ela sai kk).

O grande ponto negativo que vem, porém, é que, depois de ouvir as album tracks, o single parece uma das faixas mais fracas. Não por ser ruim, mas por ser bem menos impactante em comparação (parando pra pensar, Bling Bling do Rocket Punch tem uma base parecida com You Can’t Sit With Us e fez um trabalho BEM melhor).

SUNMI – 6분의1 (1/6) Download MP3 » HitNaija.com

É curioso porque, quando FINALMENTE consegue seu EP (ela já tinha dado declarações que queria lançar mais álbuns, mas é meio barrada, apesar da grande liberdade criativa), Sunmi o promove com um dos singles mais fracos de sua discografia. Mas deve agradar a geração de novinhes que segue ela, então já se preparem, porque You Can’t Sit With Us vai aparecem em um monte de videozinho mainstream de “melhores de 2021” como a única música feminina no meio de um monte de bomba de boyband e BTS…

P.S.: Pro caso de não ter ficado claro, Tail, como single, foi muito melhor e, com certeza, vai rankear bem mais comigo até o final do ano.

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá se quiser acompanhar comentários aleatórios de k-pop e BLs, e tweets ocasionais comigo postando meus desenhos e pinturas: @AquarioHipster

14 comentários em “You Can’t Sit With Us, Sunmi: Se Rendendo ao Artsy da Geração Z

  1. De fato, me lembrou muito bling bling kkkkk
    É que depois de Tail, não tinha como as expectativas não ficarem altas, então foi meio frustante ver ela apostando de novo nesse conceito, que o povo mainstream tá fazendo faz mais de um ano! Não é ruim, mas vai passar muito batido, até por Tail que foi lançada à tempos e escuto até hoje.

    A parte boa disso tudo foi o clipe, da metade pra frente realmente me surpreendeu, até pelo sangue, não achei que veria isso tão cedo😁

    Curtido por 1 pessoa

  2. Engraçado que já tenho uma perspectiva diferente de público que a Sunmi atinge. Eu já acho que ela não é tão hypada quanto outras solistas_ nas minhas timeline da vida e poucas discussões que tenho sobre kpop e solistas_ mas o povo lembra dela pelo apelo e pela aura que ela carrega em ter uma personalidade forte em palco e fora dele.
    As vezes fico até feliz quando encontro alguém que gosta dela e comenta dela.
    Sobre a música e clipe sou suspeita pra falar porque gosto das músicas dela, e acho que sempre entrega auras e conceitos diferentes, a mulher lançou Tail no comecinho, toda mulher fatal e lindíssima. E agora lançou essa daí onde é algo retro pop ❤
    PS. E como eu, que gosto dessa coisa patricinha, saia xadrez e meninas malvadas, aí já viu.

    Curtido por 1 pessoa

    1. kkkkk Nossa que curioso, tem muito a ver com os espaços que a gente frequenta, né? (seja no físico ou no online kk)

      A diferença entre os dois conceitos (e eles ainda terem tudo a ver entre si) foi realmente algo louvável… Eu não esperava que ia ficar tão servido pela Sunmi nesse último ano e olha… Ela tá entregando tudo mesmo

      Curtir

  3. Descobri agora que Sunmi teve comeback, gostei da música e sou uma das pessoas que paga muito pau pra ela. rainha. Mas podia maneirar no aborrecente concept

    Curtido por 1 pessoa

  4. não sei o que é hypada mas olha, eu não consigo caracterizar os singles da sunmi em melhores ou piores, pra mim são todos igualmente perfeitos e criativos. ela pra mim é a princesa do kpop (boa é a rainha óbvio). e essas referências não são pra agradar a geração z, e sim os millenials como eu e ela (somos do mesmo ano) já que a gente cresceu com essas coisas. a geração z era bebezinha na época do auge dos dvds e de mean girls e toda essa cultura que vem junto

    Curtido por 1 pessoa

  5. Que Sunmi é a Uhm Junghwa dessa geração, todxs nós já sabemos. Mas o que me preocupa é que o k-popper coreano atual não tá aceitando ela, tanto que a coitada flopou feio nesse ano, mesmo servindo como sempre. Medo dela se render a algum trap 101 ou alguma música maçante de cafeteria

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s