Girls Planet 999, EP.6: Manipulando as favoritas…

ANTERIORMENTE EM GIRLS PLANET 999… Tivemos um episódio focado inteiramente nas eliminações e novos rankings, com muitos choros por parte de Wen Zhe (que foi salva, ufa!), separação de gêmeas, momentos icônicos por Yaning, preguiça pela autoconfiança de Hikaru e Ruiqi, eliminação de pessoas que tinham GANHADO os desafios e um super plot-twist com a Yurina arrancando a peruca de todo mundo e virnado a rainha da porra toda no topo do TOP9 oficial. Agora, na metade do programa como um todo, chegamos na segunda fase de apresentações, onde a Mnet começou a deixar ainda mais claro quem tão querendo que continue e quem tão querendo que vaze…

E tivemos o mesmo esquema PÉSSIMO de edição que a primeira rodada, com eles mostrando todos os trocentos grupos se formando tudo de uma vez pra só depois passar pras apresentações com mais profundidade nas narrativas. No formato que montaram pro programa eu não sei se veria outra saída (só se colocassem um mini-game entre a escolha dos times e as apresentações com as devidas narrativas), fica nítido que é um problema estrutural de montagem da edição… Dá até curiosidade de assistir um Produce e ver um modelo diferente deste (estou pensando em ver o japonês, até pra conhecer um pouco mais do cenário idol nipônico…).

De toda forma, antes de partimos pras traquinagens das novas músicas a serem performadas, um adendo: o time vencedor de Yes or Yes teve sua apresentação no Music Bank!!!

Com certeza esta performance ganhou uma nova cara, principalmente pras meninas que foram eliminadas. Seria esta a chance de causarem mais impressão no cenário mesmo tendo saído no primeiro corte do programa?

Isto só descobriremos no futuro, mas, depois de ver como a Chaehyun ganhou votos por “ajudar” as japonesas, sendo que as próprias japonesas ficaram na rabeira, fiquei com um pouco de raiva da apresentação…

Enfim, voltando ao episódio, foram reveladas as novas regras da segunda fase: todas as células foram dissolvidas, os votos são individuais e só vai se salvar oito de cada nacionalidade. As músicas são dividas para avaliar vocal, dança ou rap, sendo distribuídas em competições de grupos com números distintos de participantes. Ao todo, teremos três batalhas acontecendo: seis trios, três sextetos e dois grupos de nove. Para os grupos vencedores de cada batalha, será dado o total de 270.000 pontos, que serão divididos igualmente pelas integrantes.

OU SEJA cada integrante que participar dos trios, apesar da competição ser maior, pode ganhar 90.000 pontos (o que é bem significativo, principalmente pra rabeira), mas quem participar dos grupos de nove, com menor competição, pode ganhar 30.000 (o que talvez nem faça tanta diferença pra quem tem pouco voto, como aconteceu com os times de boybands na missão passada).

É aí que o programa deixa ainda mais claro como está preparando terreno para uma súbita mudança no TOP9, seja para consolidar as favoritas numa jornada de superação, seja para mexer os pauzinhos e colocar novas pessoas no topo. A escolha das músicas é super esquisita justamente porque reflete isto:

  • Música dos Trios

My House, 2PM (Vocal)

VVS, Show Me The Money 9 (Rap)

We Are, Woo Wonjae ft. Loco & Gray (Rap)

All About You, Taeyeon (Vocal)

In The Morning, ITZY (Vocal)

No Excuses, Meghan Trainor (Dance)

  • Música dos Sextetos

Missing You, BTOB (Vocal + Rap)

My Sea, IU (Vocal)

Fate, Lee Sunhee (Dance)

  • Música dos Grupos de Nove

Ice Cream, BlackPink ft. Selena Gomez (Dance)

Salute, Little Mix (Dance)

Esquisito? Muito. Primeiro que é muita música super hypada pra atrair uma audiência internacional com muita música esquecida por deus dos dois lados do globo. Curiosamente, a Mnet deixou o desafio com uma cara de Queendom e fez as integrantes terem que modificar as músicas, montar coreografias e modificar partes pra entregar algo diferente. Isto é ótimo e vai deixar o programa muito mais dinâmico, ao mesmo tempo que coloca em cheque um monte de integrante robótica e monotemática por aí… 👀

É curioso notar como as escolhas das integrantes (ou, pelo menos, as que tiveram escolha) foram estranhas e ajudaram a destacar algumas e prejudicar outras. Vou falar isto mais a frente analisando cada performance (até porque falar de todas as montagens de grupos que só vão se apresentar semana que vem ia dar um nó na minha cabeça @.@’), mas ficou NÍTIDO que algumas integrantes foram aconselhadas a se juntar a outras, seja pra fazer as queridinhas da edição crescerem, seja pra fazer algumas não tão queridas sumirem…

MAAAS, eu preciso ressaltar dois momentos icônicos (um bom e um ruim) durante este episódio, que, simplesmente, não conseguirei segurar pra comentar só semana que vem: as atitudes das chinesas mais odiadas pelos brasileiros, Ruiqi e Yaning.

A Ruiqi é um pé no saco, já percebi. A Mnet deu a chance de ela sair do lugar comum e tentar uma coisa diferente sem todo um time do TOP9 fazendo barreira, mas ela não abraçou a chance e foi correndo pro time da Yujin e da Xiaoting assim que viu que essas duas estavam juntas… Ainda não passou a performance delas (inclusive, deve ser a que vai ficar por último), mas, a julgar pelo andar da carruagem, é provável que ela se queime bastante brigando por spotlight ou só sumindo no meio de integrantes mais versáteis.

A Yaning, por sua vez, deu a volta e está numa fase de limpeza de imagem, sendo boazinha com a Mashiro. Mesmo tendo escolhido algo previsível para ela (In The Morning, do ITZY), ela cedeu o lugar de líder para uma Mashiro APAVORADA pela mulher, com um argumento tão simples que até me surpreendi: “eu liderei na outra fase e perdemos, a Mashiro liderou na outra fase e ganhou… Então claro que ela lideraria essa né?”. Eu gostei muito dessa atitude e achei bem interessante como ela tá se portando no reality. Como a Rafa disse no post dela da semana passada, ela não parece estar investida em debutar no Girls Planet, mas consegue atrair a atenção do programa sempre sendo meio surpreendente (sem contar que ela fez questão de passar a liderança pra uma JAPONESA… Dá pra ver a união subliminar entre as não-coreanas).

Teve outros momentos assim (a Cai Bing sendo considerada “malvada” porque é mais competente que a JiA, a Wang Yale sendo pintada de chinesa incompetente, a Jiao tentando dar a carteirada que a Yaning deu na Dayeon Eliminada lá atrás e não conseguindo), mas isto eu verei melhor quando a apresentação (e a narrativa que vão construir pré-apresentação) der as caras no episódio que vem…

Vamos as apresentações dessa semana!!!

Trios: We Are, Woo Wonjae ft. Loco & Gray (RAP)

Kim Bora, Wen Zhe & Nagai Manami

EU AMEI TUDO AQUI!!! Juntaram duas das minhas favoritas (Bora e Wen Zhe) pra arriscar um rap (sendo que a especialidade de uma é o vocal e o da outra é a dança), com uma narrativa bem legal sobre trabalho em equipe e superação das barreiras linguísticas.

Sinceramente, eu acho que esta foi uma das apresentações manipuladas pela Mnet pra acontecer EXATAMENTE deste jeito. A Wen Zhe virou claramente uma queridinha da edição depois de ter o episódio da eliminação praticamente dedicado a ela. A Manami é uma japonesa que já estava no TOP8 do J Group na última votação. E a Bora é a escada perfeita pra fazer as outras de seu grupo brilharem (seja para o bem ou para o mal).

Entre tantas rivalidades pelo spotlight, faltava uma apresentação que passasse a mensagem de união entre nações que o programa quer entregar e juntar estas três participantes foi uma receita até que fácil pra isto. Coloca uma música de rap chill pra nenhuma das outras escolherem, aí ela claramente vai sobrar no final e ficar com as integrantes que estão nas células mais abaixo contra a vontade delas, podendo entregar duas coisas igualmente vendáveis num reality: uma derrapada feia ou uma jornada muito fofa de superação.

Mas eu tenho a impressão que a Mnet quer a Manami e a Wen Zhe pelo menos até a próxima fase, então jogou a Bora no meio pra fazer as duas crescerem. Infelizmente (pra duração dela no reality mesmo), a Bora é boazinha demais e deu todo o spotlight que poderia ter pra Manami. Eu não acho ruim (inclusive, ela me conquistou DE NOVO ajudando a outra a escrever o rap, praticamente ensinando coreano pra coitada), mas, como vimos no grupo que apresentou Pretty U, as pessoas tão pouco se lixando pra isso e nem vão lembrar da Bora no final do dia, o que é uma pena.

Outro ponto interessante de destacar é que o jurado convidado (já que ninguém ali na banca de jurados manja de rap, né, Sunmi?!?) é justamente o cantor desta música, dando ainda MAIS tempo de tela e relevância pra apresentação delas no contexto do programa, mesmo a música não sendo tão conhecida fora de seu nicho. E também foi a primeira a ser apresentada, dando o maior tempo possível pras pessoas votarem nas três antes da próxima eliminação…

De toda forma, os pauzinhos da Mnet se mexeram bastante aqui pra juntar estas três e, de fato, foi uma apresentação muito legal. Sério, eu quero esta versão no spotify pra eu escutar TODO DIA. Eu gosto muito de número de rap assim e a entrega delas juntas foi algo muito bonito de se ver, com toda a atuação e recurso cenográfico estando on point pra fazer a performance ficar na nossa memória (é impressão minha ou foi a performance com o cenário mais trabalhado até agora?).

Os raps que elas escreveram são outra joia a parte, se utilizando da situação delas no programa pra falar sobre perseguir sonhos no mundo real, trabalhando até tarde da noite pra conseguir alcançar a realidade que deseja. Serio, muito emocionante. É uma mensagem muito relacionável, envelopada numa entrega cheia de “energia” (como a Sunmi diria kk), trabalho em equipe e com raps bem mais naturais e críveis do que o que a gente tá acostumado a ouvir dentro e fora do programa no girl crush concept.

Sério, eu acho MUITO DIFÍCIL ter alguma apresentação que eu goste mais do que esta até o fim do programa…

Grupos de Nove: Ice Cream, BlackPink ft. Selena Gomez (DANCE)

Hsu Nientzu, Fujimoto Ayaka, Kim Dayeon, Guinn Myah, Huening Bahiyyih, Chen Hsinwei, Kishida Ririka, Wu Tammy, Ikema Ruan

Se na outra apresentação não dá pra dizer se queriam focar só na Manami ou nela e na Wen Zhe, esta aqui, fica NÍTIDO que o grupo foi montado especificamente pra valorizar a Dayeon. A edição vem dando uma paulada no orgulho coreano da gata e, agora, é hora de assoprarem COM FORÇA e darem muito spotlight pra ela.

Ficou nítido que ela foi aconselhada a ser boazinha pra não ficar mais queimada ainda, mas, perceba, diferente da líder do time de Pretty U (que eu nem lembro o nome e você provavelmente também não) e da Bora, o destaque foi para ELA e não para quem ela ajudou. A Hsinwei até que saiu um pouco do combinado (ou será que não?) e pegou um pouco de screentime, mas foi, basicamente, como a Dayeon foi boazinha e ajudou a “pobre” e “incompetente” Ikema Ruan & As Básicas, passando como se fosse a Madre Tereza mesmo ficando com todo o destaque pra si.

Se não soasse tão falso eu até compraria a narrativa (como aconteceu com a Bora e a Manami), mas não deu. Todas que entraram nesse grupo se ferraram e, provavelmente, vão ser eliminadas (as únicas exceções é a Bahiyyih e, talvez, a Hsinwei). Mesmo se ganharem o benefício (e aparentemente vão, considerando as prévias do episódio seguinte), os 30.000 pontos não vão ajudar quem tá numa posição abaixo do 10º lugar e só a Dayeon mesmo que vai ser a vencedora desse rolê (que nem aconteceu com a Myah em Pretty U).

Mas Contudo Entretanto Todavia, eu preciso reconhecer que a Dayeon realmente foi versátil e entregou o aegyo muito bem. Pra mim, um dos maiores fatores pra entrar no grupo final é a versatilidade e, neste contexto, apesar de contrariado, não reclamaria tanto se ela entrasse no final, porque tanto o girl crush quanto o aegyo ela já conseguiu servir, o que já é muito mais que a Ruiqi um bando de integrante hypada por aí…

E a Bahiyyih não foi irritante e também foi competente em sua parte da música (foi a melhor apresentação dela até agora)… Será que a narrativa de crescimento é real? (duvido) Mas foi bom não passar raiva com ela dessa vez…

Trios: No Excuses, Meghan Trainor (DANCE)

Yang Zige, Kim Suyeon, Ezaki Hikaru

Outra performance feita sobre medida, só que desta vez pra Ezaki Hikaru. Certeza que sopraram no ouvido da Zige correr pro grupo, mesmo sem saber muito do dois pra lá dois pra cá para fazer a Hikaru e a Suyeon saírem do lugar comum.

Apesar de ter gostado do programa ter me apresentado esta ótima música (eu desisti da Meghan depois do segundo álbum), analisando com calma, foi uma apresentação e uma narrativa bem mais ou menos. Foi bom que a Tiffany encarnou a sua Sooyoung interior e falou na cara da Hikaru que ela estava parecendo um robô (finalmente alguém pôs isto na mesa!). Mas, por outro lado, o tratamento que deram pra Zige foi péssimo.

Usaram, novamente, da narrativa da “chinesa incapaz”, desvalorizando o que ela já conquistou no programa e, literalmente, cortando ela no ângulo da câmera pra pegar só a Suyeon e a Hikaru. Não sei se estão com medo da Zige continuar na próxima fase, mas achei bem ridículo. A Hikaru não precisava disso pra brilhar dentro do trio e, do jeito que foi, pra mim, só anulou os avanços bons que ela teve performando.

Sobre a performance em si, achei que faltou muita sincronia e entrega por parte da Suyeon e da Hikaru, apesar da nítida melhora da japonesa. Deram umas cambalhotas e manobras aí no meio que não precisavam (eu vi que você cortou pra não mostrar se a Suyeon conseguiu ou não dar um mortal no final, Mnet) e não ficou algo que casou tão bem com a música (inclusive os vocais que elas gravaram pra usar como lipsync). Tem partes, inclusive, que o lipsync nem tá sendo feito direito… Enfim, espero que não forcem demais e deem a vitória dos trios pra elas. Seria, no mínimo, decepcionante…

Sextetos: Missing You, BTOB (VOCAL + RAP)

Lee Hyewon, An Jeongmin, Kubo Reina, Kawaguchi Yurina, Zhou Xinyu, Leung Cheukying

Existem momentos em que eu me pergunto como eu posso gostar tanto de k-pop sendo o público e cenário coreano do jeito que são.

Primeiro, acho incrível que eles tem uma TARA por baladinhas e não arredam o pé DE JEITO NENHUM. As integrantes que pegaram as baladas não podem mudar NADA na música direito, porque se tentarem, não estão “sentindo” a música direito (ah, me poupe, né? A proposta não era entregar algo diferente? Estou falando justamente do trio que tentou mudar a música da Taeyeon e levou uma bronca). Ou seja, a música tá praticamente a mesma (pior, conseguiram deixar ela bem mais sem sal que a original, que é um pop acústico gostosinho), sem um pingo de criatividade.

Segundo, os jurados se provaram a coisa mais estranha e irritante do programa como um todo. Pelo que me falaram, os jurados do Produce eram, antes de avaliadores, treinadores, e ajudavam os participantes no treinamento pras apresentações. Aqui, eles tão lá pra chutar as integrantes mesmo e se chorar ou ferrar a garganta (eu ainda lembro da Ito Miyu), melhor, porque dá audiência. O tratamento que deram pra Yurina aqui foi RÍDICULO. Ainda mais se compararmos em como trataram outras integrantes do TOP9 até agora.

Ela tentou honrar o alto número de votos que recebeu pegando uma parte de destaque da música, mas foi MASSACRADA por todos fora de seu grupo, que viram a existência de um high note na música que nem na original tem. Este foi o recurso que utilizaram pra levar a mulher até o limite, fazerem ela quase hiperventilar na primeira avaliação (culparem a má performance do grupo inteiro nas costas dela foi o ÁPICE… Duvido que seria assim se ela fosse coreana) e, no fim, arrancarem a parte de destaque a força.

Terceiro, eu não engulo muito a Sunmi no reality. A cada programa ela está se mostrando cada vez mais insensível e parcial, como se dissesse exatamente o que a Mnet sopra no ouvido dela. Isto não teria problema se ela não fosse super vocal sobre como o k-pop feminino já foi um lugar tóxico… Mas, aqui, ela tá trabalhando justamente pra manter estas estruturas 🙂 Pelo amor de deus, mulher! E você tá se prestando a isto?! Eu achei o cúmulo, sério.

Enfim, a narrativa foi levarem a Yurina até o limite pra Barreira Sônica de Kubo Reina™ salvar todos no final. Gostei muito de como a Reina se portou perante a situação da Yurina e não usou do momento pra puxar o spotlight pra si. Também teve a Zhou Xinyu não conseguindo fazer o rap, mas nem chegaram a focar tanto nisso, então…

Quarto, acho muito GOZADO que ficaram falando sobre “sentir” a música e ninguém comentar as mulheres sorrindo (ou só fazendo cara de paisagem) enquanto canta sobre fossa. Cadê a interpretação do negócio?!

No fim, toda a trajetória dessa música me lembrou o pior lado do público coreano e do k-pop. A faixa virou uma baladinha chata, humilharam a menina só por ser TOP1 não-coreana e ainda não criticaram as escorregadas das coreanas no processo. Quando a performance acabou eu mais é queria que a Reina desse uma de Canário Negro e gritasse até jogar a direção do programa pra longe.

Depois dessa, o episódio usou do mesmo recurso da primeira missão, começando a mostrar a preparação do grupo com Xiaoting, Yeseo, Ruiqi e Yujin (que, aparentemente, vão copiar na cara dura o conceito de Destiny do Oh My Girl no Queendom) só pra cortar no meio e deixar pro próximo episódio…

Mas o programa ainda não acabou! Eles decidiram já revelar as músicas originais que estaram na próxima fase (Creation Mission) e fizeram uma votação relâmpago pra NÓS decidirmos quem vai performar o quê em 24h. Eu fico imaginando a ZONA que devem ter sido pras fanbases organizar isto e o porquê de eles colocarem esta votação tão rápido (deve ser porque agora já devem estar se preparando pra gravar esta fase o mais rápido possível depois da eliminação). De toda forma, todas as músicas parecem que serão MUITO BOAS, conseguindo pegar, realmente, os conceitos mais populares do girlgroups atualmente… SEM O INDUSTRIAL BATE-LATA!!!

É, com certeza o grupo final não vai debutar com uma sonoridade de BlackPink/ITZY (ufa!).

E, não, o programa ainda não acabou. Prometendo revelar como o ranking atual estava, resolveram apenas mostrar a nona posição (ou seja, a primeira pessoa que seria eliminada) de cada nacionalidade, apenas comprovando um dos pontos que eu falei lá em cima.

No K-Group temos a Kim Dayeon, no C-Group temos a Chen Hsinwei e no J-Group temos a Kamimoto Kotone.

O mais impressionante é que tanto a Dayeon quanto a Hsinwei estavam em posições mais altas e pareciam seguras antes dessa revelação (quem será que subiu de rankings nas votação além, espero, da Wen Zhe?). Porém, mostrar quem seria a primeira eliminada (e apenas esta) muda MUITO a forma como as pessoas estão votando e dá um gás enorme pra votarem nas que foram mostradas no nono lugar. Ou seja, dificilmente estas três serão eliminadas depois dessa revelação, o que dá mais um up na Dayeon neste episódio (e na Hsinwei, eu acho…).

TOP9 do Aquário Hipster

Este episódio me fez ficar com um ranço eterno de quase todas as coreanas, tirando a Bora. Por isto, apesar de já estar meio que aceitando que ela vai ser eliminada (e vendo o lado bom disso, porque o Cherry Bullet com certeza vai hitar depois do programa), resolvi mantê-la no meu TOP4, deixando-o intacto por DOIS POSTS SEGUIDOS (um recorde até agora kk).

Na última linha as coisas já se complicam, porque eu não gostei da Youngeung neste episódio (e já estava sem muito motivo pra deixar ela ali desde a fase anterior), achei a Zige bem mais fraca do que esperava e a própria Wang Yale não ficou numa boa impressão (apesar de saber que tem um pouco de evil edit no trio dela com a Youngeung). Dito isto, pra quem não fazia IDEIA em que japonesas colocar no TOP, decidi substituir as três por japonesas, totalizando quatro do J-Group desta vez kkkk

Kawaguchi Yurina me ganhou com a tentativa de “honrar os votos” se arriscando mais, assim como a Manami com seus raps surpreendentemente bons. E eu gosto da Reina desde o primeiro episódio (amo quem dá uns gritão que nem ela), então já estava na hora de ela dar as caras.

E qual o seu TOP9? Me fala aí nos comentários ou me manda a imagem (usei este link aqui) no Twitter ^^

Semana que vem temos a segunda parte das apresentações e eu devo dizer que, em parte, estou bem decepcionado. O time das hypadas da vez me dá mais preguiça do que empolgação, assim como todas as traminhas em que estão querendo diminuir as estrangeiras pra fazerem as coreanas crescerem. Eu sinto que não terá uma grande reviravolta no TOP9 atual e, se tiver, vai ser pra colocar mais coreana planta sem sal do que qualquer outra coisa… Eu espero que a próxima fase, com as músicas originais prometendo ser bem legais, seja melhor do que esta… Pra você ter uma ideia, tô até pensando em ver a nova temporada que saiu do Produce Japonês (desviando dos spoilers) pra ter um take menos coreano da coisa toda (como eu disse no começo do post)…

Dá uma conferida nos outros pontos de vista da Blogosfera sobre o programa xD O Wendell do GostoMeu, a Rafa do AYO GG, o Joe do AigoJoe e o Gui do Palpites Alheios também estão assistindo dando suas opiniões ^^

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá se quiser acompanhar mais comentários do Girls Planet: @AquarioHipster

7 comentários em “Girls Planet 999, EP.6: Manipulando as favoritas…

  1. A Manami é uma que me chamou muita atenção naquele vídeo introdutório do J-Team “cantando” (dublando) “O.O.O.”, depois ficou meio apagada, mas agora voltou a mostrar a que veio. Não sei se ela tem muita chance de entrar pro grupo final, mas acho ótimo que ela pelo menos esteja se destacando; acho que ela tem muito potencial.

    Acho que esse rap dela (confesso que eu NUNCA esperaria que ela tivesse talento fazendo rap) com a Wen Zhe e a Bora é minha apresentação favorita do GP999 até agora.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Falou tudo. E mostrou uma parte que eu realmente falta no programa, que os juízes também fossem professores, o que aí eles não mostram ser só criticam e elogiam e é isso. Nos programas chineses eles iam de vez em quando e ensinavam realmente aos trainers. A Lisa do BP foi a professora já em dois deles e mesmo quando ela tinha que ensinar por vídeo chamada ela tava lá ensinando. Se tivesse alguma falha ela poderia falar ou demontrar como era feito e pedia para o trainer ou trainers repetirem isso até acertar.
    E isso pra mim mostra uma grande falha nesses programas, se até os idols que já deputaram costuma ter algum outro profissional pra aconselhar e as vezes ajudar porque todas essas trainers que as vezes nem sabem onde tão errando não tem?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s