Ven Para, Weeekly: A Maldição de Roupas Pretas e Fogo – Parte 3

Eu estou meio estressado e cansado no momento, então achei que era o momento PERFEITO pra ver o novo lançamento do Weeekly e criticar horrores. Os teasers prometiam um “amadurecimento” do grupo, matando a individualidade do mesmo pela já clássica combinação de roupas pretas + fogo + industrial mal produzido que chamam de “hyperpop experimental”:

E não é que foi EXATAMENTE isto que recebemos?

Sério, eu entendo como as modinhas funcionam e como isto é geral de qualquer cenário. Mas, o que eu não entendo, é como estes capopeiros tão “woke” caem por um discurso de girl power tão raso quanto este. Nestes lançamentos de girl crush, é incrível como as roupas curtas se mantem ainda mais presentes e várias características feminas são minadas, porque, né, claro que pra ser uma mulher poderosa ela tem que reproduzir maneirismos de idols MASCULINOS? :v

Deixando a lógica de centavos que só uns anos vão ensinar pro lado mais novo da fanbase, acho bem triste ver a Play M (agora ela chama IST, by the way 0.o’) caindo nessa fácil. Ven Para é até melhor produzida que sua faixa de roupas pretas + fogo padrão, mas, na mão delas, soa genérico. QUALQUER grupo atual poderia lançar isto daqui sem nenhuma alteração. Só que o problema é que o Weeekly já tinha uma identidade bem definida, muito cativante e girl power inclusive (o próprio single dos skates é a prova disso), e TUDO foi jogado fora pra seguir a moda.

Já vimos isto acontecer mais de uma vez e geralmente não traz bons resultados. Talvez o caso mais emblemático seja o do CLC, que se perdeu tanto nessa onda de buscar a moda que morreu as custas de um flop inimaginável e desinteresse da maioria dos capopeiros. Se um grupo sempre soa como qualquer outro, pra que as pessoas vão se importar?

E o post fica curto porque a impressão que Ven Para trás é curta. Antes mesmo de dormir eu já vou ter esquecido como ela se soa, por ser tão alinhada com a modinha atual. Não acho que elas não poderiam lançar uma música assim, mas, considerando o timing e todos os outros singles delas até aqui, Ven Para é uma grande perda de tempo.

E será assim por enquanto até vir a Parte 4 desse rolê de roupas pretas e fogo (a Parte 1 é o ITZY e a Parte 2 aconteceu no Girls Planet) pra gente ouvir, escrever uns cinco parágrafos de crítica e nunca mais se lembrar.

O Aquário Hipster também tem Twitter!! Segue lá: @AquarioTutu

10 comentários em “Ven Para, Weeekly: A Maldição de Roupas Pretas e Fogo – Parte 3

  1. Não esperava essa virada, o conceito delas as destacavam da manada, e até por isso conseguiram um bom reconhecimento. Tô em desespero com todo mundo virando a chave pra esse conceito😭

    Pelo menos os passinhos viciantes tão lá (tô amando o refrão por conta das palminhas😁). Enfim, super me rendo quando gosto da coreografia.

    Curtido por 1 pessoa

  2. A cada dia o padrão dos comebacks de girlgroups no k-pop fica mais e mais como isso aqui (assista por sua própria conta e risco):

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s