Dentro do Aquário (SET/2021): Projetos novos, Inktober e superando umas inseguranças…

Em uma série de imprevistos, bad vibe e planejamentos frustrados, chegamos em Outubro! Setembro foi um mês DÍFICIL, mas já acabou e outubro promete muitas coisas legais xD (inclusive com a chegada da primavera e, quem sabe, menos ataques alérgicos de rinite? kk). Vamos relembrar o que tivemos aqui no blog em setembro, junto com … Continue lendo Dentro do Aquário (SET/2021): Projetos novos, Inktober e superando umas inseguranças…

Fundo do Mar (18/09): Uma frase para cada música que saiu nas últimas semanas…

Estas últimas três semanas vem seguindo uma lógica bem desmotivadora: o final da semana anterior vem sendo difícil e bem ocupado aí, quando consigo voltar a me organizar pra desenhar e pro blog cai outra bomba que pega todo o tempo e me deixa esgotado. O Fundo do Mar já ficou bem acumulado nesse rolê, … Continue lendo Fundo do Mar (18/09): Uma frase para cada música que saiu nas últimas semanas…

Fundo do Mar (27/08): Jessica Jung, Stray Kids, Everglow, CL, Kwon Eunbi e mais…

E agosto tá quase acabando agora que finalmente tô me arrumando pro novo semestre que acabou de começar (sim, meu 2º semestre começou só no MEIO DE AGOSTO). Uma dessas arrumações é o post do Fundo do Mar ser de sexta e, agora que não teve um acúmulo gigantesco de lançamentos pra comentar, bora conferir … Continue lendo Fundo do Mar (27/08): Jessica Jung, Stray Kids, Everglow, CL, Kwon Eunbi e mais…

Fundo do Mar (30/05): Joy, Seventeen, Monsta X, Purple Kiss, Weekly, The Volunteers e mais…

E neste último sábado as coisas deram uma virada de jeito aqui em casa... Emprestei meu HD e deram ruim com ele... Muito provavelmente, eu perdi tudo que estava lá dentro (o que inclui, todos os meus desenhos digitais, minhas estórias ficcionais, fotos e tudo quanto é tipo de arquivo desde sei lá... 2009?). Fiquei … Continue lendo Fundo do Mar (30/05): Joy, Seventeen, Monsta X, Purple Kiss, Weekly, The Volunteers e mais…

HOLO, Lee Hi: O equilíbrio entre o genérico e o confessional

Sinceramente, eu amo a Lee Hi (até coloquei agora uma imagem dela para ir aparecendo no header do blog). Desde de seu debut 2013, eu venho acompanhando sua pequena discografia e o péssimo gerenciamento da YG em cima da gata, conforme ela foi flertando com blues, jazz, baladinhas interessantes e o som da modinha, sem … Continue lendo HOLO, Lee Hi: O equilíbrio entre o genérico e o confessional